Olinda

Mutirão da Rede de Fisioterapia de Olinda atenderá 140 pacientes nesta terça-feira (27)

Pacientes serão acionados pelos profissionais para agendar os atendimentos

A prioridade é de quem está por mais tempo na lista de esperaA prioridade é de quem está por mais tempo na lista de espera - Foto: Divulgação

Moradores de Olinda que estão aguardando atendimento fisioterápico serão atendidos, nesta terça-feira (27), durante mutirão programado pela Rede de Reabilitação de Olinda. Serão 140 pacientes ao longo do dia no Centro de Reabilitação, no Bairro Novo, e nos núcleos de Ouro Preto e Águas Compridas. 

A prioridade dos atendimentos são os pacientes que estão há mais tempo na fila de espera. Para isso, profissionais entram em contato e agendam os serviços, que serão realizados das 8h às 12h e das 13h às 16h, sendo 80 na sede e outros 30 em cada um dos núcleos. 

A ideia é que os mutirões passem a ser mais frequentes e isso agilize os atendimentos, explica a coordenadora do Centro, Angélica Dionísio. “Vamos atender pacientes de todas as idades, mas já verificamos que a maioria é adulto. Nossa ideia é fazer esses mutirões a cada três meses para reduzirmos o máximo possível a espera".

Todo o procedimento será realizado seguindo os protocolos do Conselho Regional de Fisioterapia, que inclui distanciamento social e o uso de máscara.

 

Veja também

Para forçar volta à escola, MEC resiste em homologar permissão de aula remota até fim de 2021
educação

Para forçar volta à escola, MEC resiste em homologar permissão de aula remota até fim de 2021

Bolsonaro nega que chamou Covid-19 de 'gripezinha' após ter usado o termo em pronunciamento oficial
Brasil

Bolsonaro nega que chamou Covid-19 de 'gripezinha' após ter usado o termo em pronunciamento oficial