A-A+

RECIFE

Mutirão de arboviroses será realizado neste fim de semana nos bairros do Barro e Beberibe

Cerca de dois mil imóveis para criadouros do Aedes aegypti serão examinados por agentes de saúde

Prefeitura do Recife envia agentes de saúde em locais com maior número de infestação do mosquitoPrefeitura do Recife envia agentes de saúde em locais com maior número de infestação do mosquito - Foto: Inaldo Lins/PCR

Nestes sábado (25) e domingo (26), de 8h às 13h, moradores das zona Norte e Oesste do Recife serão beneficiados com o mutirão de arboviroses. Cerca de 34 agentes de saúde ambiental e controle de endemias (asaces) da Prefeitura do Recife deverão inspecionar, ao todo, dois mil pontos estratégicos e residências nos bairros do Barro e Beberibe.

; áreas com maior índice de infestação e risco de adoecimento

No fim de semana, os profissionais de Vigilância Ambiental farão 500 visitas nestes bairros para inspecionar e examinar a existência de criadouros do mosquito Aedes aegypti. Será feita a eliminação manual dos focos e aplicação de larvicida biológico nos armazenamentos d'água. 

Os agentes também abordarão a população sobre como prevenir contra a dengue, chikungunya, zika e outras doenças, reforçando o cuidado com o armazenamento de água, já que 80% dos focos dos mosquitos são encontrados nas residências.

A intenção também é visitar cerca de 30 locais com posssibilidade de conter criadouros, como borracharias e ferros-velhos, para realizar o tratamento químico com inseticida. 
 
Em caso de denúncias, a Prefeitura do Recife disponibiliza através do site ou app Conecta Recife a ferramenta Bora Se Cuidar contra o Mosquito. Nela, é possível, aos moradores do Recife acionarem a Vigilância Ambiental para tratar dessas ações.

Veja também

Outubro Rosa: Preventivo Móvel atende mulheres no Ceasa e em comunidades do Recife
Saúde

Outubro Rosa: Preventivo Móvel atende mulheres no Ceasa e em comunidades do Recife

Facebook vai remunerar parte da imprensa francesa por usar seus conteúdos
Facebook

Facebook vai remunerar parte da imprensa francesa por usar seus conteúdos