Na estreia de Milton Cruz, Náutico recebe Campinense pela Copa do Nordeste

Timbu inicia “Era Milton Cruz” em partida de vida ou morte contra o equipe paraibana nesta quinta-feira (23)

Técnico estreia no Náutico precisando de resultado positivo contra os paraibanos Técnico estreia no Náutico precisando de resultado positivo contra os paraibanos  - Foto: Léo Lemos/cnc

 

O Campinense, indiretamente, foi um dos culpados pelo processo precoce de reformulação do Náutico em 2017. A derrota por 2x0 sofrida perante a Raposa, há 11 dias, foi o estopim para uma pequena crise no clube pernambucano. Uma história que começou com o “caso do prato” de Maylson, passando pela reunião da diretoria para prestigiar o então treinador, Dado Cavalcanti, culminando, dias depois, na demissão do profissional após eliminação na Copa do Brasil. Agora, as equipes se reencontram.

Novamente pela Copa do Nordeste. Desta vez, porém, o jogo será na Arena de Pernambuco, às 20h30, e o cenário não é mais de desfecho, mas sim de reconstrução. Com um novo técnico e de esperança renovada após encerrar o jejum de vitórias, o Náutico inicia a “Era Milton Cruz”.
Com três pontos, o Náutico ocupa a terceira posição do Grupo A da competição. São quatro de diferença para o Campinense, vice-líder - o Santa tem a mesma pontuação, mas ocupa o topo da chave por conta do saldo de gols. Mesmo que vença o próximo duelo, o Timbu não conseguirá mudar de posição. Mal chegou e Milton já estreará sob pressão, em um jogo de vida ou morte para as pretensões do clube na competição.

Para o confronto, o técnico fará uma modificação em relação ao time que venceu o Belo Jardim, pelo Pernambucano. Com uma entorse no tornozelo direito, o lateral-esquerdo Giovanni não enfrentará a Raposa. Manoel será o substituto. “Vou manter a equipe que jogou a última partida. Eles venceram e isso dá uma motivação maior. Não vou mexer em muita coisa, vou deixar para fazer isso mais para frente”, explicou.

Apresentado oficialmente ontem pelo Náutico, Milton ainda está se ambientando à função e ao local de trabalho. Nos dois primeiros treinos, ele procurou conversar individualmente com alguns atletas, fazendo pequenos trabalhos de posicionamento.

Mesmo com pouco tempo, um jogador da equipe encheu os olhos do comandante: o atacante Erick. “Ele foi o jogador, pela idade, que mais me chamou atenção na partida passada. Pela personalidade, qualidade técnica e pelo atrevimento. Qualquer clube gostaria de ter alguém como ele. Mas ainda precisa ser trabalhado”, ponderou.

Campinense
O técnico Sérgio China não definiu a equipe que começa jogando. A única dúvida, porém, está no sistema defensivo. O lateral-esquerdo Filipe Ramon, poupado no jogo contra o CSP, pelo Campeonato Paraibano, por conta de dores musculares, ainda não sabe se retornará ao time. Já Renatinho, algoz alvirrubro no duelo passado, segue no Departamento Médico e está fora do confronto.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO

Tiago Cardoso; David, Tiago Alves, Adalberto e Manoel; João Ananias, Ewerton Páscoa e Marco Antônio; Jefferson Nem, Alison e Erick. Técnico: Milton Cruz

CAMPINENSE
Glédson; Fabinho, Joécio, Rafael Jensen e Ronaell; Negretti, Fernando Pires, Augusto e Jussimar; Léo Ceará e Maranhão. Técnico: Sérgio China

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata)
Horário: 20h30. Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias (ambos da BA)
Trasmissão TV: EI MAXX

 

Veja também

Dificuldade de rastreamento afeta metade do arsenal de armas no Brasil
ARMAS

Dificuldade de rastreamento afeta metade do arsenal de armas no Brasil

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais
Folha Pet

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais