PEC 241

“Não aplaudam, porque depois eu vou bater em vocês”, diz Silvio Costa

Surpreendeu muita gente o voto do deputado federal pernambucano Silvio Costa (PTdoB ), favorável à aprovação da PEC 241, que limita, entre outras coisas, os gastos do governo à inflação do ano anterior. “Não aplaudam porque depois eu vou bater em vocês”,

Aquaman (2018)Aquaman (2018) - Foto: Divulgação

Surpreendeu muita gente a declaração do deputado federal Silvio Costa (PTdoB-PE), que se mostrou favorável à aprovação da PEC 241, que limita, entre outras coisas, os gastos do governo à inflação do ano anterior. “Não aplaudam, porque depois eu vou bater em vocês”, disse Silvão, após ser aplaudido pelos aliados de Michel Temer.

Sobre o voto, o deputado comentou: “O Brasil tem 2,2 milhões servidores federais, somos 206 milhões de habitantes. É evidente que servidores estão chateados e têm motivo para isto porque vão ficar sem aumento real ao longo de 20 anos. Mas, mesmo sabendo que esta é uma proposta legítima de um governo ilegítimo, eu vou votar a favor da PEC, porque vou votar a favor dos 204 milhões de brasileiros, dos homens e mulheres que vão dormir todo o dia com medo de perder o emprego, que não têm estabilidade, dos que estão desempregados”.

 Silvão ainda fez um apelo para que os partidos de esquerda reconsiderassem suas críticas, que fossem “menos corporativistas” e reconhecessem os mitos que estão sendo impostos à proposta. “Esta história que vai faltar dinheiro para saúde e educação é mentira. Tudo o que for gasto em 2016, quando chegar em 2017 será corrigido pela inflação. A PEC ainda diz que se chegar ao absurdo de faltar dinheiro pode ser remanejada de outras rubricas. O problema da saúde e da educação não é dinheiro, é gestão”, concluiu.

Veja também

Uma pessoa morre em queda de avião de pequeno porte em São Paulo
são paulo

Uma pessoa morre em queda de avião de pequeno porte em São Paulo

Brasil chega a 68 mil mortes por Covid-19, mostra consórcio de imprensa
Coronavírus

Brasil chega a 68 mil mortes por Covid-19, mostra consórcio de imprensa