Descoberta espacial

Nasa anuncia descoberta inédita de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol

Ainda não é possível determinar se a água encontrada poderá ser usada como recurso

Pela primeira vez foi achada água na região da Lua iluminada pelo SolPela primeira vez foi achada água na região da Lua iluminada pelo Sol - Foto: Divulgação/Nasa

A Nasa anunciou, nesta segunda-feira (26), a presença de água na superfície da Lua iluminada pelo Sol, uma descoberta inédita. A revelação, segundo a agência, é fundamental para os planos de exploração do satélite natural.

Segundo o administrador da agência espacial, Jim Bridenstine, ainda não é possível determinar se a água encontrada poderá ser usada como recurso. "Aprender sobre a água na Lua é a chave para nossos planos de exploração", escreveu Jim em uma publicação no Twitter. 
 

A descoberta foi feita com o telescópio Sofia, o maior observador flutuante do mundo. A água foi detectada em uma grande cratera lunar chamada Clavius, visível da Terra e localizada no hemisfério sul do satélite natural. 

Segundo a Nasa, as principais hipóteses para a presença da água na cratera é que a substância tenha origem em impactos de minúsculos meteoros com a superfície lunar ou pode ter sido formada pela interação de partículas energéticas vindas do Sol.

"A descoberta reforça a hipótese de que a água não se limita às regiões frias e sombreadas da Lua e pode ser distribuída pela superfície lunar", diz vídeo compartilhado pelo administrador da Nasa. 

Veja também

Pernambuco registra 781 casos da Covid-19 nas últimas 24h e 25 novas mortes
Coronavírus

Pernambuco registra 781 casos da Covid-19 nas últimas 24h e 25 novas mortes

ONU condena 'racismo estrutural' no Brasil após assassinato de João Alberto
Racismo

ONU condena 'racismo estrutural' no Brasil após assassinato de João Alberto