Náutico tem confronto divisor de águas neste sábado

Precisando emplacar sequência, Timbu tem com o Paraná duelo fundamental para suas pretensões na Série B

Cantora Adriana BCantora Adriana B - Foto: Divulgação

A ansiedade pelo fim do jejum de quatro rodadas sem vitórias foi quebrada com o 3x1 sobre o Paysandu, na semana passada. Mas para ter chances de entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Náutico precisa de uma sequência de triunfos.

É com este norte que o Timbu, na 11ª colocação com 36 pontos, enfrenta o Paraná, 13º lugar com 33, no Durival de Britto, em Curitiba, hoje, às 16h20. Um confronto considerado como divisor de águas para as pretensões alvirrubras na competição. “Estamos indo jogo a jogo. Na partida passada, tivemos uma conversa de que precisávamos da vitória para encostar ao G4. Agora, estamos a três pontos, mas com muitos times na nossa frente. Contra o Paraná é quase um confronto direto. Um divisor de águas porque perdemos e empatamos em casa nas últimas rodadas. Então, temos de recuperar fora. Será difícil, mas estamos querendo muito e, se Deus quiser, vamos sair com a vitória”, admitiu o volante João Ananias.

O discurso do elenco é alinhado com o do comandante alvirrubro. Givanildo Oliveira reconhece a importância de conquistar os três pontos nesta tarde, principalmente por conta dos insucessos diante de Criciúma, Londrina e Bahia na Arena de Pernambuco, no início do returno da Série B.

“Trouxemos um ponto do jogo que fizemos fora de casa (diante do Joinville), dos outros não posso falar, mas temos uma meta. Até porque não adianta só vencer em casa, é preciso também ganhar fora. Sem triunfos como visitante não tem chances de subir”, ressaltou o treinador.

Givanildo Oliveira tem duas dúvidas para armar o time titular. Uma no meio-campo e outra no ataque. O volante Rodrigo Souza retorna de suspensão e disputa uma vaga com Renan Oliveira. Enquanto Yuri Mamute, que entrou bem no jogo contra o Paysandu, concorre com Bergson no comando do setor ofensivo do time. O restante da escalação alvirrubra não sofrerá alterações.

Paraná


O sonho em disputar um lugar no G4 está cada vez mais distante dos paranistas. As duas derrotas seguidas, incluindo uma em casa para o Vila Nova/GO, colocou o Tricolor mais próximo da zona de rebaixamento. Por isso, a palavra do técnico Marcelo Martelotte para o elenco foi reabilitação.

Em busca da recuperação, o treinador contará com os retornos do volante Anderson Uchôa e do atacante Fernando Karanga nas vagas de Leandro Silva e Guilherme Queiroz.

Veja também

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19
Coronavírus

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h