Mundo

Navalny afirma que consegue "respirar sozinho" após envenenamento

"Olá, este é Navalny", afirmou o opositor em um post no Instagram, no qual aparece com a esposam sentado em sua cama no hospital de Berlim

Navalny, esposa e equipe médica em hospital de BerlimNavalny, esposa e equipe médica em hospital de Berlim - Foto: Reprodução/Instagram

O líder da oposição russa Alexei Navalny afirmou nesta terça-feira que consegue respirar sem a ajuda de aparelhos, em suas primeiras declarações depois de ter sido envenenado em agosto na Sibéria. 

"Olá, este é Navalny", afirmou o opositor em um post no Instagram, no qual aparece com a esposam sentado em sua cama no hospital de Berlim em que está internado. "Ontem eu consegui respirar sozinho o dia todo", completou em sua primeira publicação na rede social após o envenenamento com uma substância neurotóxica, de acordo com os médicos alemães.

"Gostei muito, é um procedimento surpreendente subestimado por muitos. Eu recomendo", brincou, antes de afirmar que sente falta dos seguidores, uma semana depois de ter saído do coma induzido.

 

O principal opositor do Kremlin, vítima segundo a sua equipe de um envenenamento em 20 de agosto na Sibéria, poderá abandonar por completo em breve a "respiração artificial", anunciou o hospital Charite de Berlim. 

Um laboratório alemão concluiu em 3 de setembro que Navalny, 44 anos, foi envenenado com um agente neurotóxico do tipo Novichok, concebido com fins militares na época soviética, o que Moscou nega.

Laboratórios da França e Suécia anunciaram na segunda-feira que confirmaram as conclusões da Alemanha.

Veja também

Vida melhor e sem violência para as mulheres
Mulheres em Movimento

Vida melhor e sem violência para as mulheres

OMS: Mundo registra recorde de novos casos de coronavírus em uma semana, mas mortes registram queda
Coronavírus

OMS: Mundo registra recorde de novos casos de coronavírus em uma semana, mas mortes registram queda