Guerra na Ucrânia

Negociações entre Rússia e Ucrânia não avançam nas questões principais

Segundo negociador russo, "As posições convergem em questões que são secundárias. Mas nas principais (questões) políticas estamos estancados"

Presidentes de Rússia e Ucrânia, Vladimir Putin e Volodimir ZelenskyPresidentes de Rússia e Ucrânia, Vladimir Putin e Volodimir Zelensky - Foto: Handout/Russian Presidential Press Office/AFP e Ukraine Presidency/AFP

As negociações entre Rússia e Ucrânia não avançam nas questões principais, lamentou, nesta sexta-feira (25), o negociador principal de Moscou, destacando que havia uma aproximação em outros temas menos importantes

"As posições convergem em questões que são secundárias. Mas nas principais (questões) políticas estamos estancados", disse Vladimir Medinski, citado por agências russas. 

O responsável insistiu na assinatura de um "tratado" que leve em conta as exigências de neutralidade, desmilitarização e "desnazificação" da Ucrânia e reconheça a soberania russa na Crimeia e a independência das duas "repúblicas" separatistas pró-russas de Donbass.

Segundo Medinski, a Ucrânia está mais preocupada em "obter garantias em matéria de segurança por parte de terceiras potências" caso "não consiga fazer parte da Otan"

As negociações foram realizadas, primeiramente, de forma presencial entre as delegações e agora são mantidas por videoconferência. 

As duas partes manifestaram as divergências nessas conversações nos últimos dias. 

Veja também

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle
Família real

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid
Negacionismo

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid