No 1º dia útil de quarentena, Grande Recife tem movimentação menor nos terminais

No último sábado, o Grande Recife registou uma queda no movimento de passageiros em 25%, comparado ao sábado anterior, dia 9 de maio

Movimentação de passageiros no TI de Joana BezerraMovimentação de passageiros no TI de Joana Bezerra - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

No primeiro dia útil após o decreto do Governo de Pernambuco que determinou a quarentena, a redução na movimentação de passageiros no Terminal Integrado de Joana Bezerra, área central do Recife, foi registrada.

No horário de máximo movimento, no início da manhã desta segunda-feira (18), muitos usuários ainda compareceram ao terminal. Segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, o órgão está ampliando a quantidade da frota de ônibus para poder atender as necessidades e reduzir as aglomerações.

De acordo com a gerente de fiscalização do Grande Recife, Kathia Sena, a frota no Terminal de Joana Bezerra foi ampliada. “Estamos com 53% da frota de ônibus em operação. E colocamos ônibus extras em 15 terminais. No de Joana Bezerra, por exemplo, colocamos 11 ônibus extras e precisamos utilizar 8 deles no horário de pico, umas 5h30”, explicou Kathia, ao informar que se for preciso, ainda pode aumentar 20% dessa frota nos terminais.

Leia também:
No Recife, operação fiscaliza cumprimento da quarentena mais rígida
Ipojuca realiza barreira para conscientizar que quarentena não é férias


Fim de semana
No último sábado, o Grande Recife registou uma queda no movimento de passageiros em 25%, comparado ao sábado anterior, dia 9 de maio. O número foi de 116.110 passageiros catracados frente aos 223.520 passageiros catracados do sábado anterior.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Hospital Veterinário do Recife abre seleção para estágio obrigatório
Folha Pet

Hospital Veterinário do Recife abre seleção para estágio obrigatório

Cartilha explica leis trabalhistas do Brasil para imigrantes
INFORMATIVO

Cartilha explica leis trabalhistas do Brasil para imigrantes