No Recife, embaixador do Brasil no Canadá fala sobre relação entre os dois países

O pernambucano Denis Fontes de Souza Pinto está, há dois anos, no comando da embaixada no Canadá

Cláudia Portela, Eduardo de Queiroz Monteiro, Dona Do Carmo, Denis Fontes de Souza Pinto e Hilda Fontes PintoCláudia Portela, Eduardo de Queiroz Monteiro, Dona Do Carmo, Denis Fontes de Souza Pinto e Hilda Fontes Pinto - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

"As relações diplomáticas e comerciais do Brasil com o Canadá vivem um momento muito importante", afirmou o embaixador do Brasil no Canadá, Denis Fontes de Souza Pinto, em passagem pelo Recife. Na tarde deste domingo (24), o pernambucano recebeu amigos e familiares em um almoço na casa de eventos Barrozo, na Rua da Aurora, na região central do Recife, e aproveitou para conversar com a Folha de Pernambuco sobre parcerias estabelecidas entre os dois países.

"Estamos muito otimistas sobre o relacionamento com o Canadá porque estamos em vias de concluir o acordo de livre comércio Canadá-Mercosul. Também há uma série de iniciativas de cooperação científica e tecnológica entre os dois lados", garantiu o embaixador, que há dois anos assumiu o cargo no país da América do Norte. "Não é novidade que há um interesse grande das empresas canadenses no mercado brasileiro. É uma parceria antiga e frutífera", completou.

De acordo com o diplomata, as mudanças no comando do Itamaraty não alteraram os projetos em andamento, como a Comissão de Amizade Brasil-Canadá. O objetivo principal do grupo de cooperação é fortalecer os laços entre os dois países. "O trabalho continua a todo vapor. Nestes últimos anos, estabelecemos vários contatos entre o parlamento canadense e o congresso brasileiro, que seguem em andamento", assegurou.

Leia também:
Suíça e Reino Unido assinam acordo comercial para pós-Brexit
Mercosul estuda permissão para que países façam acordos fora do bloco
Cônsul do Reino Unido no Recife estreia coluna no Portal FolhaPE


Antes de fixar residência em Ottawa, Denis foi o representante brasileiro no Vaticano, entre 2013 e 2017. Durante a carreira como diplomata, ele já passou pela embaixadas do Equador, África do Sul, China, Peru e França. Natural do Recife, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1977, e, dois anos depois, ingressou no Instituto Rio Branco. De férias, ele aproveitou a estada em sua cidade natal para rever antigos rostos.

"Há muitos motivos para comemorar: meu aniversário, meus 40 anos de carreira e quatro décadas de casamento. Então, resolvemos celebrar no Recife. A única maneira de estar com todos os amigos é fazer uma grande recepção, já que convidamos gente que vive em vários partes do Brasil e também no exterior", afirmou. O evento contou com a presença do presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro, acompanhado da esposa, Cláudia Portela; da mãe, dona Do Carmo Monteiro; do filho, Leonardo Monteiro; e da nora, Flávia Ajame.

Veja também

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU
Mundo

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus
Pandemia

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus