Nonô Germano se rende ao frevo de balada

Cantor pernambucano se abriu à fusão com outros ritmos e faz último ensaio antes do Carnaval nesta sexta-feira, no Bairro do Recife

Nonô Germano, 49, já lançou dois singles do novo projeto no YouTubeNonô Germano, 49, já lançou dois singles do novo projeto no YouTube - Foto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

O cantor Nonô Germano, 49 anos, realiza seu último ensaio aberto antes do Carnaval, nesta sexta-feira (22), às 19h, na Rua da Guia, localizada no Bairro do Recife. É a oportunidade de fazer o público se familiarizar com o mais novo projeto do artista, filho do icônico Claudionor Germano. A aposta do músico para os dias de folia é o que ele chama de frevo de balada.

"Estamos dando uma nova roupagem ao frevo, fazendo uma fusão com outros ritmos, como música eletrônica e funk. A ideia é trazer uma sonoridade mais moderna e uma linguagem mais jovem. É, mais ou menos, o que o sertanejo fez com a música caipira, o que o forró estilizado fez com o pé de serra ou o que o pagode fez com o samba", compara o artista, que está celebrando 35 anos de carreira.

Buscando fazer com que sua proposta musical decole, Nonô já lançou dois singles, com direito a clipes lançados no YouTube. "Vai dar amor" e "Cachoeira de cerveja" são os nomes das novas músicas de trabalho do cantor.

Leia também:
Torre Malakoff recebe feira de Carnaval com shows, moda e gastronomia
Reggae mostra sua força em shows no Recife Antigo
Canal do YouTube 'Mexe com tudo' mostra as particularidades do frevo


"Desde 2007, venho pensando em formas de trazer a mudança para o frevo e quebrar a sazonalidade que ainda está associada ao ritmo. Comecei dando novos arranjos aos sucessos do momento, como Calypso e Bruno & Marrone. Depois, trouxe compositores do sertanejo para criarem letras de frevo", conta.

Embora saiba que sua ideia de inovação pode encontrar resistência entre frevistas mais tradicionais, Nonô não se abala. "Alguns podem até entronchar a cara, mas acredito que temos que perder o medo de olhar o frevo com visão comercial também. Adotamos a tática de trabalhar os singles, marcando presença nas redes sociais, e estamos colhendo bons resultados", aponta.



Veja também

"Tomem a vacina que a esperança não deixa de acabar", disse a primeira vacinada em Pernambuco
Coronavírus

"Tomem a vacina que a esperança não deixa de acabar", disse a primeira vacinada em Pernambuco

Momento histórico: vacina contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez em Pernambuco
Coronavírus

Momento histórico: vacina contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez em Pernambuco