Coronavírus

Noronha não seguirá novas medidas e mantém restrição de serviços não essenciais das 22h às 5h

Na ilha, segundo comunicado assinado pelo administrador Guilherme Rocha, seguirá vigente a determinação anterior

Fernando de NoronhaFernando de Noronha - Foto: Fabio Nóbrega/Portal FolhaPE

O arquipélago de Fernando de Noronha ficará de fora das novas medidas restritivas anunciadas pelo Governo de Pernambuco, na segunda-feira (1º).

Na ilha, segundo comunicado assinado pelo administrador Guilherme Rocha, seguirá vigente a determinação que proíbe atividades não essenciais de 22h às 5h, em todos os dias da semana.

A decisão vale até 17 de março e visa conter o avanço da Covid-19 - a ocupação de leitos da rede pública alcançou 93% na segunda-feira.

No restante do Estado, as atividades não essenciais serão proibidas entre 20h e 5h de segunda a sexta-feira e durante todo o fim de semana, também até 17 de março.

"Lembramos a todos - moradores, trabalhadores e turistas - a fundamental importância de serem observadas todas as medidas de proteção, como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social", diz trecho do comunicado.

Coronavírus em Fernando de Noronha
O último boletim divulgado pela Administração de Fernando de Noronha, na última sexta-feira (26), aponta para um total de 539 casos confirmados de Covid-19 em Fernando de Noronha, sendo 457 locais e 82 importados - aqueles registrados no continente.

A ilha registrou dois óbitos em decorrência da doença. Na última atualização, a Administração informou que ha um paciente internado em um hospital de referência no Recife e outros 57 em quarentena na ilha.

Veja também

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'
Estados Unidos

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU
Repressão a uigures

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU