Raynéia Gabrielle Lima, de 31 anos, nascida em Vitória de Santo Antão
Raynéia Gabrielle Lima, de 31 anos, nascida em Vitória de Santo AntãoFoto: Reprodução / Facebook

A estudante pernambucana Raynéia Gabriella Lima, morta aos 31 anos na Nicarágua na última segunda-feira (23), foi homenageada neste domingo (29) por amigos e professores da faculdade de medicina em que estudava em Manágua, capital nicaraguense. Em Pernambuco, a família da pernambucana continua aguardando o traslado do corpo, para também ter a oportunidade de dar um último adeus a Raynéia.

“O pagamento [do traslado] só vai ser confirmado amanhã (esta segunda-feira). Então, só amanhã é que vamos saber quando o traslado será realizado”, afirmou, triste, a mãe de Rayneia, Maria Costa, que mora em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, e ainda está inconformada com o crime. “Nada está bem sem minha filha”, desabafou Maria, que não via filha havia quatro anos, desde que ela tinha se mudado para a Nicarágua.

Leia também:
Mãe de estudante lamenta demora do traslado do corpo


No fim da semana passada, o secretário estadual de Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, afirmou que já foram feitos todos os encaminhamentos e está aguardando que o Ministério das Relações Exteriores confirme o dia e a hora do traslado. O corpo de Raynéia será levado de Manágua para o Panamá em um voo com duração aproximada de 40 minutos. Depois, seguirá para o Brasil pela Companhia Aérea Copa Airlines, com viagem prevista para durar 6h30, quando desembarcará no Recife. Todas essas despesas estão sendo bancadas pelo Governo do Estado. O sepultamento está planejado para acontecer no cemitério Morada da Paz, em Paulista, em um túmulo cedido pela família do ex-marido de Raynéia.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: