Chuvas no Recife
Chuvas no RecifeFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco/arquivo

De abril ao fim de junho deste ano, as chuvas devem ficar dentro da normalidade em Pernambuco. A previsão climática é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), anunciada nesta quinta-feira.

O prognóstico na Região Metropolitana do Recife é de 900 mm nesses três meses. Na Zona da Mata, deve chover 580 mm. No Sertão, a previsão é de 190 mm nesse trimestre - o período de chuvas fortes vai até abril, quando começa a diminuir, indo até junho. Já no Agreste, o volume de chuvas deve chegar a 320mm. 

Leia também:
Previsão de chuvas fortes para esta quarta-feira
Deslizamento de barreira em Paulista mata duas crianças


As causas das chuvas estão atreladas ao El Niño, fenômeno que superaquece as águas do Oceano Pacífico, modificando os padrões de vento e chuva, como descreve o meteorologista da Apac Vinícius Gomes: "O Oceano Atlântico Sul está mais quente que a sua média climatológica, causando as chuvas no Sertão e a formação de mais nuvens que entrarão em Pernambuco”.

Em relação ao ano passado, segundo o meteorologista Patrício Oliveira, o inverno não foi normal como seguirá este ano. De acordo com ele, no período das chuvas, que ocorrem mais em maio e junho, foi abril o mês que registrou maior volume d´água. "Esse ano o inverno seguirá normal durante os próximos meses, mas é importante se atualizar da previsão do tempo", destaca Patrício.

As chuvas ainda devem ficar sujeitas à "variabilidade espacial e temporal", ou seja, um grande volume de água em um local específico. Exemplo disso foi o município de Jaboatão dos Guararapes, que somente nas últimas 24h registrou 50 mm. 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: