Coronavírus
CoronavírusFoto: Tomas Anderson/Agência Senado

Em reunião na noite de quarta-feira (11) com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, e líderes partidários, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse que, a partir da semana que vem, a contaminação pelo coronavírus no Brasil se dará em progressão geométrica. Segundo ele, "a situação é alarmante" e o "Brasil tem que se preparar".

O ministro fez um apelo por recursos e disse que o Sistema Único de Saúde (SUS) não vai suportar toda a demanda de atendimentos. Ele anunciou ainda que a Agência Nacional de Saúde (ANS) vai obrigar hospitais privados e planos de saúde de todo o País a atenderem os pacientes e a lidarem com tudo o que diz respeito ao coronavírus.

Leia também:
UFPE nega suspensão de aulas por pandemia de coronavírus
Brasil pode ter 4 mil pessoas com coronavírus em 15 dias após 50º caso


Uma medida provisória emergencial deverá ser publicada nesta quinta-feira (12) com a liberação de R$ 5 bilhões emergenciais para o Ministério da Saúde. O recurso viria de emendas da relatoria da casa e será utilizado na atenção primária e hospitalar para reforçar as ações contra o vírus.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: