Paulo fez pronunciamento
Paulo fez pronunciamentoFoto: Reprodução

O Governador Paulo Câmara anunciou, em pronunciamento nesta sexta-feira (3), que as demissões dos rodoviários da Região Metropolitana do Recife (RMR) foram revertidas. Nesta semana, três mil cobradores, motoristas e fiscais de ônibus foram demitidos em função da queda na movimentação no sistema de transporte público metropolitano por causa da pandemia do novo coronavírus.

No anúncio, o governador explicou que se reuniu com os representantes responsáveis em uma videoconferência. “Com isso, vão se sentar os empresários, os empregados e os sindicatos para que juntos possam construir alternativas que possibilitem o exercício da profissão, a manutenção dos empregos e os serviços sendo prestados a população que vai precisar disso nas próximas semanas.”, afirmou Paulo Câmara.

Leia também:

MPT orienta suspensão de demissões de rodoviários
Empresa de ônibus no Recife faz demissão em massa, denuncia sindicato
Frota de ônibus no Grande Recife fica reduzida à quase metade a partir desta sexta 

Nesta quinta-feira (2), o Ministério Público do Trabalho (MPT) já havia recomendado a suspensão de novas demissões da categoria, em apelo à Urbana-PE, representante das empresas de coletivos metropolitanos. Após a mediação, de acordo com o MPT, a entidade dos empresários concordou em suspender novas demissões, mas não havia sinalizado sobre a reversão dos rodoviários já demitidos, que somam quase três mil trabalhadores, de acordo com o Sindicato dos Rodoviários.

Um dos impactos dessas ações recaiu no funcionamento do transporte público já nesta sexta-feira. De acordo com o Grande Recife Consórcio, havia a circulação de 47% da frota de ônibus na Região Metropolitana, enquanto há uma queda de 74% no número de pessoas transportadas. O consórcio declarou que a redução está sendo feita de forma gradativa e que veículos extras estão sendo disponibilizados de acordo com a demanda de cada linha de ônibus.


 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: