Joselito Kehrle
Joselito KehrleFoto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco

Uma operação policial foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (21) para prender suspeitos de integrar uma operação criminosa suspeita de lavagem de dinheiro e crimes licitatórios. Os valores desviados podem chegar a R$ 40 milhões de acordo com a Polícia Civil. A operação foi batizada de Comunheiro II e ocorre nas cidades de Olinda, Recife, São Lourenço da Mata, Paudalho e ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, além de Carpina e Buenos Aires, na Zona da Mata Norte.

Estão em andamento oito mandados de prisão, 26 de busca e apreensão domiciliar e 12 de conduções coercitivas. Também foi decretado o bloqueio judicial de contas bancárias e a proibição de empresas contrataram com o poder público. Essas medidas cautelares foram expedidas pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Carpina. Os detalhes serão apresentados pelo chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle, na manhã desta sexta-feira (21).

Participaram da operação 170 policiais civis, além de auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE), com apoio da Controladoria Geral da União (CGU). As investigações foram efetuadas pela Delegacia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), assessorados pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (Dintel).

veja também

comentários

comece o dia bem informado: