Miguel Arruda da Motta Silveira Filho e Marcela Guimarães da Motta Silveira estão internados no Hospital Santa Joana
Miguel Arruda da Motta Silveira Filho e Marcela Guimarães da Motta Silveira estão internados no Hospital Santa JoanaFoto: Reprodução/Facebook

Na tarde desta terça-feira (28), dois dias após a trágica colisão em que perdeu a esposa e o filho de 3 anos, foi retirada a sedação do advogado Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, de 46 anos. No Hospital Santa Joana, região central do Recife, ele foi informado sobre os falecimentos. O anúncio foi feito na UTI por uma psicóloga e a mãe do advogado, segundo a família.

Na batida, além da esposa, Maria Emília Guimarães, e do filho, Miguelzinho, morreu a babá Roseane Souza, de 23 anos, que estava grávida de dez a 12 semanas. A filha do advogado, Marcela, 5 anos, está na UTI pediátrica do hospital. O advogado, ao sair da sedação, não lembrava da colisão e, ao ser informado dos falecimentos, ficou bastante abalado. Depois de ser avisado sobre as perdas, Miguel Filho recebeu visita de amigos na UTI.

Leia também:
Polícia Civil anuncia que investigações da tragédia da Tamarineira seguirão em sigilo
Motorista que causou colisão na Tamarineira teria agredido e ameaçado vizinhos
Tragédia na Tamarineira: mãe e filho são sepultados juntos no Morada da Paz
Babá vítima de colisão na Tamarineira é sepultada em Aliança

Miguel Filho havia passado por cirurgia no tórax e foi colocado na sedação como forma de ajudar na recuperação. Também estava respirando por aparelho, que já foi desligado, e ele, desde essa tarde, respira sem ajuda mecânica.

Marcela
Internada em estado grave, a menina Marcela passou, também esta terça, por cirurgia na cabeça, finalizada por volta da 22h. O procedimento, para descompressão, foi bem-sucedido e visto como mais uma avanço na recuperação da criança. A família informou que a situação dela segue em estado grave, porém estável.

Entenda o caso
A combinação de bebida, imprudência e alta velocidade é apontada pela polícia como a causa do acidente ocorrido a noite do último domingo (26), na Zona Norte do Recife. A colisão ocorreu às 19h32 no cruzamento da rua Cônego Barata com o início da Estrada do Arraial, no bairro da Tamarineira.

O Ford Fusion, placa NMN 3336, que era conduzido por João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, 25 anos, trafegava em alta velocidade e ultrapassou um sinal vermelho, atingindo um Toyota RAV4, placa DEZ 9493, onde estava uma família. A mãe, Maria Emília Guimarães, de 39; e a babá Roseane Maria de Brito Souza, de 23, que estava grávida, morreram na hora. O filho do casal, Miguel Neto, que faria 4 anos no próximo mês, faleceu no hospital, durante cirurgia para conter uma hemorragia abdominal. Condutor do SUV da família, o pai, Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, de 45 anos, e a filha Marcela, de 5, continuam internados no Hospital Santa Joana.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: