Plano Estadual de Enfrentamento às Arboviroses de 2019 foi lançado em Serra Talhada, no Sertão
Plano Estadual de Enfrentamento às Arboviroses de 2019 foi lançado em Serra Talhada, no SertãoFoto: Hélia Scheppa/SEI

O 1º levantamento de 2019 do Índice Rápido do Aedes aegypti – (LIRAa) / Levantamento de Índice Amostral do Aedes aegypti (LIA) revela um cenário preocupante em Pernambuco. Dos 185 municípios (contando com Fernando de Noronha), 135 cidades estão em situação de risco para transmissão elevada, ou seja, 73,4%. Destes, 57 (31,0%) estão em situação de risco de surto e 78 (42,4%) em situação de alerta.

Leia também:
Plano contra arboviroses de Pernambuco terá aporte superior a R$ 7 milhões este ano


Os dados constam no relatório da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para arboviroses nas três primeiras semanas deste ano. O boletim traz ainda registro da primeira morte suspeita também. Nesta sexta-feira (25), o governador Paulo Câmara e o secretário de Saúde, André Longo, apresentaram o Plano Estadual de Enfrentamento às Arboviroses. A solenidade foi em Serra Talhada, no Sertão. O programa 2019 dobrou os investimentos em relação a 2018, para impedir um novo surto epidêmico.

“São quase R$ 8 milhões que nós estamos, mais uma vez, aplicando aqui no Estado na questão da prevenção de doenças que vêm do mosquito”, explicou Paulo Câmara. No ano passado, foram investidos R$ 3,7 milhões no combate às arboviroses. O governador destacou que a campanha envolve a conscientização dos setores municipais e da população em geral, com informações, com a Vigilância Sanitária, com assistência e prevenção.

O secretário André Longo reforçou que a integração das várias esferas de gestão é primordial para o sucesso do combate. “Não há política pública que não seja feita com articulação entre os entes. A gestão estadual acredita muito nessa articulação com as gestões municipais para que a gente possa ter sucesso nesse enfrentamento. Esses investimentos são fundamentais para que a gente possa conter uma nova epidemia”, reforçou. De 30 de dezembro de 2018 até 19 de janeiro de 2018 já foram contabilizados 388 casos de arboviroses.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: