Carro encontrado no barro do Cordeiro.
Carro encontrado no barro do Cordeiro.Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco

Horas após o assassinato do empresário Mário Gouveia, de 79 anos, dono do parque aquático Águas Finas, na Estada de Aldeia, em Paudalho, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, foram encontrados dois carros que podem estar ligados ao crime.

O assassinato ocorreu na madrugada desta terça-feira na residência do empresário, localizada dentro do parque aquático, e, por volta das 4h50, foi achado no Recife o primeiro veículo: um morador do Cordeiro contou ter visto na Rua São Bento do Norte o carro - um Fiat Toro - com o banco do motorista pegando fogo, de portas abertas, com ninguém dentro. 

Já o no fim da manhã, a polícia recebeu recebeu a informação de que um outro veículo foi encontrado na mata localizada na Barragem do Goitá , também em Paudalho. Peritos foram enviados ao local para analisar o carro.

Leia também:
Corpo de médico é encontrado esquartejado em cacimba de condomínio em Aldeia
Caso Aldeia: Filho diz que mãe é indigna de receber herança


A perita Vanja Coelho afirmou que o Fiat Toro encontrado no Cordeiro transportava, no mínimo, três pessoas. Uma delas, segundo a perita, estava lesionada da linha da cintura para baixo - o que explica as poucas manchas de sangue, que também continham água. “As portas estavam destrancadas, mas não abertas, e houve a tentativa de incendiar o carro”, contou.

Além disso, documentos do veículo, fabricado em 2019, foram encontrados e fragmentos de capim -, esses, segundo Vanja, chamaram a atenção da perícia por crescerem em áreas específicas. “Pode haver uma comparação entre o capim que cresce na área do crime com o que foi encontrado no veículo”. A perícia criminal tentou coletar digitais, mas sem sucesso.

Também foram achadas, além do banco queimado na região de cabeça e costas, poucas marcas de sangue no banco do passageiro e em um rolo de papel higiênico. Manchas de barro estavam no assoalho e o pneu dianteiro esquerdo, furado. Na mala externa do veículo, foram encontrados três estojos deflagrados e três munições intactas. Os três estojos eram originais de fábrica, de calibre 38.

O Fiat Toro de placa PCM-3897, de Santa Maria do Cambucá, no Agreste, não tem registro de roubo até agora segundo a polícia. A Perícia Criminal e a Polícia Militar seguem na investigação do caso.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: