App desenvolvido por estudantes do Erem de Garanhuns já está disponível para smartphone
App desenvolvido por estudantes do Erem de Garanhuns já está disponível para smartphoneFoto: José Britto

“Essa é a nossa chance de devolvermos para a sociedade o investimento que temos na educação”. Essas foram as palavras que o professor de disciplinas técnicas, Lairson Alencar, utilizou para descrever a conquista de 10 estudantes da Escola Técnica Estadual Ariano Villar Suassuna que desenvolveram um aplicativo exclusivo para a Fenearte 2019.

A escola de referência, que fica em Garanhuns, participou do Desafio APP Fenearte 2019, realizado entre março e maio do mesmo ano, foi promovido pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado, e concorreu com outras 11 unidades. O aplicativo, que já está disponível para smartphones Android e iOS, conta com a programação da feira, informações sobre os expositores, link para venda de ingressos, entre outros serviços.

Leia também:
Divulgada a programação da 20ª Edição da Fenearte
Fenearte espera movimentação acima dos R$ 43 milhões
Pernambuco ganha dia oficial para a Ciranda e revela homenageados da Fenearte


A instituição, que foi inaugurada há pouco mais de um ano, reuniu cinco meninos e meninas de diferentes turmas do 1º ano do Ensino Médio. Segundo professor orientador Gilson Moraes, esta é a segunda vez que a instituição realiza o desenvolvimento de um aplicativo, que procura desenvolver as habilidades específicas de cada estudante. “A primeira vez foi para o Festival Viva Dominguinhos, agora, eles estão extasiados por terem conseguido cumprir mais um desafio”, conta o professor.

Quem se encantou desde o início foi o estudante de 15 anos Gustavo Henrique, que já era apaixonado pela área de programação até mesmo antes de ingressar na escola técnica. “Eu já tinha interesse em saber como funciona a área de desenvolvimento de sistemas, e quando vi que a escola ofertava esse curso técnico, não pensei duas vezes. E quando entrei, me apaixonei”, relata. Gustavo foi chamado pelo professor Gilson pela sua habilidade na área, e ficou responsável pela programação do aplicativo. Para ele, é muito gratificante o esforço investido nos poucos cinco meses de trabalho reconhecido. “A escola abriu portas para mim, e agora eu penso em seguir nessa área, porque já vou ter o técnico”, afirma o estudante, que pretende fazer faculdade de Ciência da Computação.

Giovanna Yasmin, 15, também foi outra aluna que pode desenvolver suas habilidades durante os cinco meses de projeto. Ela, que se destacou na área de comunicação do aplicativo, enxerga o sentimento de satisfação por ter o trabalho em equipe reconhecido. “Cada um ficou responsável pelo o que gosta, e quando chegou a minha vez, de explicar o aplicativo em vídeo, eu falei com felicidade”, conta.

“Nós desenvolvemos o aplicativo para facilitar o que o visitante deseja conhecer, além de mostrar mais sobre a feira em si”, explicou a estudante Larissa Maria, que faz parte da área de comunicação do app. O “Fenearte 2019” conta com a história do evento, além de guias sobre programação e localização para o visitante, abordando também sobre a cultura do estado e os homenageados da 20ª edição da feira.

Fenearte
A maior feira de artesanato da América Latina chega à sua 20ª edição que acontece entre os dias 3 e 14 de julho, no Centro de Convenções, em Olinda. Dentre os homenageados estão o Mestre Baracho, Dona Duda e Lia de Itamaracá. O evento receberá 5 mil expositores e espera atrair 300 mil visitantes. Os ingressos variam de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) de segunda à quinta-feira e R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia) durante a sexta, sábado e domingo.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: