Hospital Maria Lucinda
Hospital Maria LucindaFoto: Google Street View

Um atestado de óbito que estava circulando pelo WhatsApp como um possível caso de morte por Covid-19 foi esclarecido pelo Hospital Maria Lucinda, localizado no bairro do Parnamirim, na Zona Norte do Recife. De acordo com a instituição de saúde, o homem de 57 anos que, segundo boatos teria morrido por causa do coronavírus, morreu, na verdade, devido à Influenza A.

A morte foi registrada na última segunda-feira (23), e antes que saísse o laudo definitivo do exame, a médica responsável pelo caso apontou três possibilidades para a causa do óbito do paciente: síndrome respiratória aguda, Covid-19 e pneumonia comunitária não-especificada. Porém, após o resultado das amostras do paciente, o resultado foi negativo para Covid-19.

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) esclarece que o caso nunca nem constou das estatísticas de mortes por Covid-19. O órgão notificou o Hospital sobre a incorreção no preenchimento da declaração de óbito e encaminhou cópia do exame que identificou a testagem positiva para Influenza A e negativa para Covid-19 do paciente.

Leia também:
Europa supera 25 mil mortes por coronavírus
Brasil soma 2.915 casos e 77 mortes por Covid-19

De acordo com o boletim divulgado nesta segunda-feira (30), Pernambuco confirmou 77 casos da Covid-19. Além dos casos confirmados, o Estado possui o registro de seis mortes causadas pela doença.

Em nota, a SES lamentou a utilização do momento de dor de famílias que acabam de perder seus entes queridos com objetivos políticos e recomendou à população que se informe através dos canais oficiais para não disseminar notícias falsas.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: