Queda de árvore na avenida Marquês de Olinda
Queda de árvore na avenida Marquês de OlindaFoto: Geraldo Moreira/ Folha de Pernambuco

As fortes chuvas, que atingiram o Recife e várias regiões do Estado na madrugada desta segunda-feira (27), provocaram a queda de uma árvore na avenida Marquês de Olinda, no Bairro do Recife. A queda aconteceu no início da tarde e dificultou o trânsito no local.

De acordo com relatos de testemunhas que presenciaram o incidente, a queda da árvore não deixou feridos, mas causou danos à alguns veículos que estavam estacionados na via.

Leia também:
Chuvas moderadas e fortes causam transtornos em Pernambuco
Moradores de Ribeirão enfrentam alagamentos causados pelas fortes chuvas


A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) enviou uma equipe ao local para remover a árvore. Em nota, o órgão explicou o que tem ocasionado as quedas e como tem feito o monitoramento das áreas de risco.

"As árvores da cidade situadas em vias públicas são podadas e monitoradas por equipes do órgão, compostas por técnicos e engenheiros agrônomos e florestais. O monitoramento é realizado diariamente por essas equipes e também pelas demandas recebidas pela Emlurb através da central 156. Nas vistorias são identificados os critérios para poda ou erradicação, como risco de queda, problema fitossanitário, poda para conformação (ajustar os galhos), entre outros. Os motivos para a queda de árvores são diversos, como por exemplo chuvas e ventos fortes, que deixam as copas dos vegetais pesados, intervenções em calçadas que danificam as raízes, idade do vegetal etc. As ocorrências deste ano estão dentro da normalidade. Para solicitar vistorias e podas, além de sugestões, reclamações e denúncias, a Emlurb disponibiliza o número 156", frisou.

Chuvas
Além da queda da árvore, as chuvas também provocaram diversos outros problemas em todo o Estado. Na Capital pernambucana, um muro caiu sobre três residências na rua no bairro de Nova Descoberta, e foram registrados deslizamentos de barreira. No agreste, a chuva também gerou alagamentos e transbordo de córregos, canais e canaletas.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), as chuvas devem continuar durante todo o dia, em intensidade moderada.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: