Detran utiliza biometria desde janeiro deste ano
Detran utiliza biometria desde janeiro deste anoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Considerada um “caminho sem volta”, a informatização no serviço público não é mais uma projeção para os próximos anos ou uma inovação de países desenvolvidos, mas uma realidade cada vez mais presente em Pernambuco. Um exemplo disso pode ser visto no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), que, em outubro, concluiu a instalação do sistema de biometria - tecnologia que identifica o usuário pelas digitais - nas mais de 30 unidades do órgão, incluindo as lojas nos shoppings, os pontos de atendimento nos ‘Expresso Cidadão’ e as Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretran), além da sede da instituição, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife.

De acordo com o diretor de Atendimento do Detran-PE, coronel Felipe Nascimento, esse processo de digitalização foi o responsável pelo aumento no número de atendimentos realizados pelo órgão. De janeiro deste ano, quando a identificação biométrica começou a ser implementada, até o mês passado, 1,6 milhão de vagas para agendamento online de serviços foram ofertadas, 40% a mais do que no mesmo período em 2018. Em relação aos atendimentos efetivados, o crescimento foi de 600 mil para pouco menos de 1 milhão, o que representa um incremento de cerca de 25%.

Leia também:
Detran orienta sobre proteção contra o cerol para motociclistas
App do Detran disponibiliza serviços e consultas


“O balanço é superpositivo porque a biometria agrega duas variáveis bastante importantes, que são a segurança do usuário e a otimização dos serviços, realizados com mais celeridade”, afirma Nascimento. Entre os serviços que ficaram mais ágeis, estão renovação e segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e vistoria para transferência de veículos. “O atendimento trabalha em dois binômios. O primeiro é o atendente e o segundo é a tecnologia. Nós estamos trabalhando o servidor com capacitações. Estamos também em fase de conclusão de testes para implantação de acesso logado e certificação digital. Isso permite que o usuário, estando logado ao sistema, faça uma gama de serviços do seu próprio computador”, explica o diretor.



Uma das ideias em estudo é a instalação de tótens, semelhantes aos caixas eletrônicos dos bancos, em que será possível dar entrada em alguns serviços oferecidos pela instituição. Outras novidades estão sendo analisadas. “O estudo está em fase de conclusão”, esclarece Felipe Nascimento. Além disso, cumprindo a lei 16.644, que define regras para o atendimento ao idoso, foi criada uma senha prioritária para esse público.

Com isso, o tempo para pessoas acima de 60 anos serem atendidas passou a ser de até 8 minutos. “No agendamento online, eles já são atendidos dessa forma, com data, mês e horário definidos. Mesmo assim, criamos a senha e, em outubro, fizemos cerca de 3.300 atendimentos efetivos”, detalha o diretor de Atendimento do Detran.

Os usuários sentem a diferença. A comerciante Crizelle Gandra, 34, é de São Paulo e mora no Recife há um ano. Ela precisou transferir um carro de Natal, no Rio Grande do Norte, para Pernambuco e diz que o processo ficou mais ágil, já que agora não é mais necessário imprimir os laudos da vistoria para serem entregues presencialmente. “Fiz a vistoria na Delegacia de Roubos e Furtos, que é o procedimento padrão por ser de outro estado, e eles mandaram [os laudos] online direto para o sistema. Eu cheguei, dei entrada e, no outro dia, o documento estava pronto”, conta.

#detranPEfolha

veja também

comentários

comece o dia bem informado: