Padastro foi preso pela Polícia Civil de Pernambuco
Padastro foi preso pela Polícia Civil de PernambucoFoto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Foi preso o padrasto da menina de 1 ano e 4 meses que morreu na última segunda-feira (11), em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Segundo a mãe da bebê, uma adolescente de 14 anos, o padrasto teria espancado a criança, que faleceu em razão das agressões. A prisão ocorreu nessa quinta-feira (14).

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, o titular da Delegacia do Varadouro,  delegado Felipe Monteiro, irá se pronunciar após o término das investigações. O padrasto afirmou ser inocente e que está sendo acusado por ciúmes. Já a dona da casa onde o casal reside no bairro de Peixinhos, em Olinda, disse que os ferimentos foram causados por um objeto que caiu no bebê e apotou negligência.

Leia também:
Mãe e padrasto trocam acusações sobre morte de criança de 1 ano e 4 meses
Suspeita de espancar filhos pede ajuda à polícia após sofrer tentativa de agressão


Uma moradora da região, que não quis se identificar, relatou ao Portal FolhaPE, a adolescente ficou em estado de choque após saber da prisão do companheiro. Ainda de acordo com relatos dessa moradora, a adolescente morava com a mãe no bairro de Alto Santa Terezinha, também em Olinda. Ela havia fugido com o rapaz havia cerca de dois meses, quando começou a morar em Peixinhos. O resultado do laudo com a causa da morte da bebê deverá ser divulgado na próxima semana.

O corpo da menina foi enterrado na última quarta-feira (13), no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife. O padrasto será encaminhado à audiência de custódia.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: