Ao todo, aproximadamente 400 mil usuários utilizam o sistema por dia, em 550 viagens que passam pelas 37 estações
Ao todo, aproximadamente 400 mil usuários utilizam o sistema por dia, em 550 viagens que passam pelas 37 estaçõesFoto: Arthur de Souza

Mesmo com a confirmação do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários da paralisação total dos metrôs na Região Metropolitana do Recife (RMR), na sexta-feira (14), em adesão à greve geral, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), confirmou a funcionalidade dos trens durante os horários de pico .

De acordo com o superintendente geral da CBTU, Leonardo Villar, o metrô funcionará com 100% da frota em horários onde há a maior movimentação de usuários. “Vamos funcionar com toda a frota durante os horários de pico, mas paralisaremos as atividades totalmente ao longo do dia, explicou.

Leia também:
Greve no dia da estreia preocupa organização da Copa América
Sindicatos anunciam greve geral contra política econômica de Macri

Ainda segundo o superintendente, ocorrerá na quinta-feira (13), uma última reunião para tentar com que a categoria trabalhe com a frota reduzida após os horários de pico.

Na manhã desta quarta-feira (12), outras categorias e sindicatos, como os professores do Estado e os bancários, confirmaram a paralisação das atividades em apoio à greve geral.

Ônibus
Já o Sindicato dos Rodoviários não decidiu se vai aderir a paralisação. A previsão é que a categoria defina nesta quinta-feria (13) quais medidas irão tomar. Em entrevista à Folha de pernambuco, Fernando Fagundes, assessor de Comunicação do Sindicatos dos Rodoviários, disse que a organização não tem indicativo da paralisação dos transportes de ônibus para o dia 14 (sexta-feira).

“O sindicato está visitando as bases e conversando com os trabalhadores, para discutir a questão. Estamos apoiando o movimento, mas para a greve geral ainda não temos nada definido. Amanhã [quinta-feria], durante o dia, poderemos ter a resposta”.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: