Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Anualmente, cerca de 37 mil pessoas morrem e outras 180 mil ficam feridas no trânsito brasileiro, segundo dados do Ministério da Saúde. No mundo, são 1,3 milhões de óbitos, além de 30 milhões de sequelados. Esse dado alarmante fez com que a Organização das Nações Unidas (ONU) lançasse o desafio para que os países reduzissem, até 2020, esses índices em pelo menos 50%.

Foi assim que surgiu o Maio Amarelo, que tem como objetivo promover a conscientização no trânsito. Com ampla agenda de atividades em todo o Estado, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) promoveu, nesta quarta-feira (1º), a abertura da campanha com uma palestra, em Areias, e uma blitz educativa no 2º Jardim da Praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Leia também:
Piloto de motovelocidade morre após sofrer acidente em Interlagos
Custo previdenciário com acidentes de trabalho é de R$ 82 bilhões

Esta é a 6º edição da campanha em Pernambuco, que este ano tem como meta motivar toda a sociedade a adotar boas práticas para um trânsito mais seguro. “Esse movimento é para o ciclista, para o pedestre, condutores de automóveis, mas foca o motociclista por conta do índice de acidente”, conta Sebastião Marinho, diretor geral do Detran-PE. Os ciclistas são 73% dos acidentados. “

Esses acidentes gera uma série de problemas, como, por exemplo, a ocupação de leitos dos hospitais. Por isso essa preocupação com a educação no trânsito. E esse ano aumenta a nossa responsabilidade porque no ano passado ganhamos o prêmio nacional de maior movimento Maio Amarelo do Brasil, dado pelo Observatório Nacional de Trânsito. Isso nos deixa honrado, mas com uma responsabilidade redobrada.”, continua Marinho.

As atividades também são voltadas para as crianças. Aproximadamente 15 meninos e meninas, que fazem parte do Grupo de Escoteiros Chico Science, de Santo Amaro, participaram da panfletagem e distribuição de kits com o manual de trânsito, saquinho de lixo para os veículos, assim como fitas amarelas. “Estamos trabalhando também com crianças e adolescentes, porque vão ser formadores de opinião no amanhã, assim como o futuro do trânsito”, ressalta Marinho, apontando que 31% dos acidentados estão na faixa dos 20 aos 29 anos.

Parcerias
Para mobilizar a sociedade, em prol da educação e da conscientização no trânsito, foram firmadas parcerias com empresas públicas e privadas, principais setores que compõem a estrutura de trânsito e transportes do Estado, as Secretarias de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Saúde e Educação. Totalizando mais de 80 parceiros em ações educativas, como blitzes educativas, ações nos shoppings em respeito as vagas especiais, ação religiosa em igreja voltada para as mães, e ações nos bares a noite.

“O maio amarelo já se consolidou no calendário do Detran-PE. Nós temos programação todos os dias no mês de maio. A abertura do movimento aconteceu no Centro de Formação de Motociclistas da Honda e, ainda, com uma blitz educativa no 2º Jardim de Boa Viagem. Então é uma programação extensa. É um trabalho para reduzir o número de acidentados, ou que vão à óbito ou que ficam com problemas de invalidez permanente”, afirma Roberto Fontelles, diretor-presidente do Detran-PE.

“Esse número tem caído ano a ano, apesar do crescimento da frota. Mas em números muito pequenos. A gente teve a redução de 7% no número de óbitos, de 2017 para 2018. Queda de 20% nos casos de invalidez permanente. Muito por conta de imprudência, as pessoas não cumprindo as normas do trânsito, que são pequenas atitudes que vão fazer com que a gente tenha mudanças nesses índices”, insiste o Fontelles.

Lei Seca
Dentro da campanha de conscientização há, ainda, o trabalho da Operação Lei Seca, coordenada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, que teve equipes reforçadas para atuar neste mês de maio com blitzes educativas. “Nós temos nove equipes de fiscalização por dia, que fazem o trabalho durante todo o ano. E temos quatro equipes de educação, que vão ser reforçadas neste mês de maio visando o Maio Amarelo. Vamos fazer palestras em escolas, ações em bares e restaurantes, blitz educativa. Isso em todo o Estado, até em cidades como Ouricuri, Petrolina, Caruaru, entre outras cidades”, conta o tenente coronel Fábio Bagetti, coordenador da Operação Lei Seca.

“Desde 2011, quando foi implementada a Lei Seca, Pernambuco já registrou mais de 30% no índice de mortalidade no trânsito”, conta o tenente, justificando que o trabalho vem dando certo. “Ainda estamos longe da meta colocada pela ONU, mas estamos trabalhando para chegar até lá”, afirma o tenente, dizendo que precisa do engajamento da sociedade civil para alavancar os resultados.

Como o do motociclista Álvaro Moreira, que parou na blitz em Boa Viagem para pegar o material educativo. “Eu penso que devemos estar, em primeiro lugar, eu sempre bem equipados. Entender a importância do equipamento de segurança. Também é importante conscientizar desde pequeno. Meu filho me pergunta porque usar um capacete bem apertado, e eu converso que é para, em caso de impacto, a cabeça não ser exposta”, conta. “Assim como não misturar bebida com direção e respeitar as normas do trânsito. Assim vamos fazer nossa parte para um trânsito mais seguro.”

Isso tudo vai fazer com que a gente tenha vários problemas para a sociedade como um todo. Os hospitais com leitos ocupados por motociclistas, impedindo que outras pessoas tenham acesso ao sistema de saúde. É importante que a sociedade se engaje, porque só o Detran não vai resolver o problema.

Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsito
Campanha Maio Amarelo orienta sobre acidentes no trânsitoFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: