Nave Soyuz, que estava a caminho da Estação Espacial Internacional
Nave Soyuz, que estava a caminho da Estação Espacial InternacionalFoto: Bill Ingalls/Nasa

Os astronautas americanos Nick Hague e russo Alexei Ovichinin pousaram ilesos nesta quinta-feira (11) no Cazaquistão, depois que a nave Soyuz apresentou um problema no motor quando seguia para a Estação Espacial Internacional (ISS).

"Estão vivos, aterrissaram", afirmou à imprensa em Baikonur uma fonte da agência espacial Roskosmos. "As equipes de emergência os encontraram e estão sendo levados para Djezkazgan", completou a fonte, a respeito da cidade mais próxima do cosmódromo de Baikonur e do local onde os dois pousaram nesta quinta-feira.

Uma fonte citada pela agência Ria Novosti afirmou que os astronautas não ficaram feridos". "No momento da decolagem da nave Soyuz MS-10 aconteceu algo incomum. Os sistemas de emergência foram ativados", informou a Roskosmos em um comunicado.

Leia também:
Aeronave militar dos EUA cai no Iraque
Incêndio em ônibus deixa mais de 50 mortos no Cazaquistão

A nave Soyuz que transportava o astronauta americano e o cosmonauta russo para uma missão de seis meses na estação orbital sofreu um problema dois minutos após a decolagem."Problema com os lançadores, dois minutos 45 segundos", anunciou com calma Alexei Ovichinin, comandante a bordo do foguete Soyuz, durante a transmissão ao vivo.

"Aconteceu um problema com o motor poucos segundos depois da separação do primeiro nível da nave", afirmaram os analistas da Nasa.

De acordo com um fotógrafo da AFP, a decolagem aconteceu normalmente, mas "depois da separação do primeiro nível tivemos a impressão de que aconteceu uma espécie de brilho". "Graças a Deus estão vivos", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: