Ramadã.
Ramadã.Foto: RAHMAD SURYADI / AFP

Muçulmanos em todo o mundo observam, a partir desta segunda-feira (6), o costume de fazer jejum desde o amanhecer até o anoitecer durante o Ramadã. Eles fortalecem sua solidariedade e gratidão a Deus ao jejuar em conjunto.

Nesse domingo (5), sírios refugiados em Istambul, na Turquia, compraram alimentos para preparar refeições sírias que serão consumidas ao fim de cada dia de jejum.

Leia também:
Incêndio em avião de passageiros na Rússia deixa 41 mortos
Egito negocia cessar-fogo entre palestinos e israelenses
Sri Lanka bloqueia redes sociais mais uma vez após confronto entre religiosos


Após o pôr do sol, refugiados sírios e outras pessoas se reuniram em mesquitas para orar.

Cerca de 3,6 milhões de refugiados sírios buscaram refúgio na Turquia. Muitos não sabem quando poderão retornar às suas casas, já que não há previsão para o fim da guerra civil e conflitos na Síria, que já duram mais de oito anos.

Um refugiado disse que as pessoas na Turquia celebram o Ramadã da mesma maneira como é feito na Síria, mas que ele sente saudades de celebrar este mês sagrado em sua terra natal.

O Ramadã vai durar aproximadamente até o dia 4 de junho.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão está recomendando a pessoas que vão viajar ao exterior neste período que tomem medidas de precaução contra o terrorismo, como estar atento às informações mais recentes e evitar locais muito movimentados.

No passado, grupos militantes — incluindo o Estado Islâmico — clamaram por ataques durante o Ramadã.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: