Jovem teve o couro cabeludo arrancado no acidente
Jovem teve o couro cabeludo arrancado no acidenteFoto: Cortesia/WhatsApp

Já está em São Paulo Débora Stefanny,19, escalpelada em um acidente de kart, no estacionamento do Walmart, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, no último domingo (11). A transferência aconteceu pouco antes das 11h da manhã deste domingo (18), para o Hospital Especializado, na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo.

De acordo com o tio da jovem, Douglas Nascimento, o estado de saúde da auxiliar de ensino infantil é estável. “Ela está esperançosa, consciente o tempo todo. Foi tomada toda cautela para que a transferência fosse feita da forma mais segura possível”, revela o tio da jovem. Segundo ele, todo o translado foi custeado pelo grupo de supermercado cuja pista de kart funcionava em seu estacionamento.

Leia também:
Procon interdita mais uma pista de kart no Recife
Equipe médica detalha estado de saúde da jovem escalpelada por kart


Segundo ele, a transferência foi uma indicação do próprio médico cirurgião Jonathan Vidal, do Hospital da Restauração (HR), que realizou os dois procedimentos anterior feitos na jovem até então. “Ele informou que esse tipo de cirurgia de reconstrução que ela precisa fazer é a especialidade do hospital paulista e do médico Daniel Lazo, que comanda a equipe na unidade de saúde”, informou Nascimento.

A Assessoria de Comunicação do Walmart informou neste domingo (18), por meio de um posicionamento, que a equipe médica e a família de Débora já definiram o local de transferência, e que toda assistência necessária será prestada pela empresa.

A pista onde Débora sofreu o acidente funcionava sem alvará no estacionamento do Walmart localizado em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife,e era administrada pela empresa Adrenalina Kart. O local foi interditado na segunda-feira (12), um dia após o acidente em fiscalização feita pelo Procon-PE e Corpo de Bombeiros. A família registrou o caso em Boletim de Ocorrência e a Polícia Civil de Pernambuco abriu inquérito para investigar o acidente. O representante da Adrenalina Kart, o empresário Vanderlei Dreyer, pai do proprietário Fábio Dreyer, classificou o caso foi uma "fatalidade".
 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: