Saco com substância misteriosa
Saco com substância misteriosaFoto: Cortesia/Whatsapp

Dois pequenos sacos de plásticos que continham um líquido semelhante ao óleo encontrado há mais de 40 dias no litoral do Nordeste foram achados na manhã desta segunda-feira (21) na praia de Itapuama, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. Os sacos, com o rótulo de uma empresa chamada Mapa, foram recolhidos pela prefeitura e serão analisados.

Fotos dos sacos repercutiram nas redes sociais, suscitando dúvidas se indicavam a origem do petróleo. Segundo o engenheiro químico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Eustáquio Brayner, esses sacos serão analisados pela Marinha para saber se o material é o mesmo do óleo encontrado nas praias. "A gente só pode afirmar após as análises, mas provavelmente não se trata da origem [do petróleo]. Pode ter sido alguém que coletou e deixou no local", diz.

Leia também:
71 t de óleo já foram retiradas em Pernambuco; manchas chegam ao Paiva e Itapuama
Voluntários se organizam para retirar óleo das praias; saiba como ajudar
Recife monitora possível chegada de óleo nas praias da capital


O material foi achado por voluntários que trabalham no recolhimento do óleo nas praias do Cabo esta segunda. Em buscas na internet, é possível encontrar o site da empresa que comercializa luvas de plástico. Exemplares do equipamento são utilizados em indústria automotiva, de plástico e mecânica. Há modelos de luva citado como indicados para manipulação de ambientes muito oleosos.

Em nota, a Marinha do Brasil explicou que o material encontrado é da Malásia e não se trata de um elemento de investigação sobre a origem do óleo. "Se trata de um material utilizado pelos voluntários para armazenamento do óleo encontrado na areia, não levantando, portanto, suspeita com relação à origem do óleo. O material citado era uma embalagem de luvas de proteção que foi reutilizado para colocar os resíduos", afirmou a Marinha.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: