Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral Norte
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral NorteFoto: Isabelle Barbosa/Portal FolhaPE

Mais praias pernambucanas foram atingidas pelo óleo que voltou à costa do Estado na última sexta-feira (18). Os resíduos chegaram à praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista, e às praias do Pilar, Quatro Cantos e Jaguaribe, na Ilha de Itamaracá, todas no Litoral Norte. As informações foram confirmadas pelas prefeituras dos dois municípios nesta quinta-feira (24).

Segundo a Prefeitura de Itamaracá, o material foi encontrado por volta das 5h15 desta quinta em pequenos fragmentos em cerca de 1,4 quilômetro da faixa de areia das praias do Pilar, Quatro Cantos e Jaguaribe. A gestão municipal acionou equipes do Ibama, da Marinha, do Exército e da CPRH para dar início à limpeza do local. Alguns voluntários, no entanto, se mobilizaram logo cedo em um mutirão.

Leia também:
Acompanhe a cobertura do óleo no litoral na Folha de Pernambuco
Óleo possui 'contaminantes severos à vida e ao meio ambiente', diz especialista
Novas manchas de óleo devem aparecer nas praias, diz vice-reitor da UFPE


"Estamos com servidores e vários voluntários no local. Vamos receber o reforço de 50 detentos que também vão entrar em campo, assim como os militares", disse o secretário de Meio Ambiente de Itamaracá, Clóvis Barreto. "Nossa maior dificuldade é porque são manchas fragmentadas e são vários pontos, o que deixa bem difícil para coletar", acrescentou.

Em nota, a prefeitura informou que não foram encontrados vestígios de óleo no canal de Santa Cruz. Empresas e indústrias instaladas em Itamaracá foram acionadas para montarem pontos de coleta de doações para voluntários. A gestão informou ainda que entrou em contato com o Governo do Estado e aguarda a chegada das barreiras de contenção prometidas pela CPRH.

Fragmentos encontrados na praia de Itamaracá

Fragmentos encontrados na praia de Itamaracá - Foto: Cortesia/Prefeitura de Itamaracá

Em Paulista, os fragmentos foram localizados na altura da Praia do Forte, em Pau Amarelo. Segundo a prefeitura, a grande mancha encontrada nessa quarta na praia do Janga deve ter se partido em pequenos pedaços que se espalharam pela água. A orla continua sendo monitorada pela secretaria de Meio Ambiente, que conta com reforço de militares do Exército.

Segundo o general do Exército Alexandre Cantanhede, cerca de 100 militares da corporação e outros 30 da Marinha, além de integrantes de diversos órgãos do Governo, estão atuando para fazer a retirada do óleo. “Estávamos na praia do Janga, quando, por volta das 4h30 desta quinta, viemos fazer o reconhecimento do óleo que foi identificado não só na areia, mas também na contenção da praia de Pau Amarelo”, afirmou.

Ainda de acordo com o general, as equipes devem continuar os trabalhos de retirada do óleo até o final desta quinta-feira. “Com a ajuda dos voluntários, vamos ter uma maior efetividade em todas as ações. Lembrando que eles devem estar com os equipamentos de proteção individual (EPIs) que também estão sendo disponibilizados pela prefeitura e pelo Estado", acrescentou.

Lonas plásticas foram colocadas em vários pontos da orla de Paulista para evitar o contato do material com a areia da praia e facilitar no transporte do óleo recolhido. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Paulista, Roberto Couto, o material recolhido estão sendo encaminhados para um centro de tratamento em Igarassu, na RMR.

“Nós montamos um comitê de crise na última semana já prevendo que essa catástrofe pudesse chegar à cidade do Paulista. A prefeitura lançou mais de 100 homens de diversas frentes, e seguimos monitorando as praias”, disse o secretário.  

“O município se preparou com bastante material para fazer a distribuição aos voluntários que estão realizando um trabalho belíssimo junto com as ONGs. Montamos um ponto de coleta na beira mar do Janga para a população que queira ajudar”, finalizou o secretário.

Segundo a Prefeitura, mais de 25 toneladas de óleo já foram retirados da praia do Janga. Muitos curiosos estão no local, mas não há a ação de voluntários, já que a quantidade de homens trabalhando é consideravelmente grande.

Litoral Sul
Também nesta quinta-feira foram encontrados resquícios de óleo nas praias de Itapuama, no Cabo de Santo Agostinho, e Suape, em Ipojuca.

Balanço
Chega a 10 o total de cidades atingidas pelo óleo no litoral pernambuco. Segundo o último balanço divulgado pelo Governo do Estado, já foram recolhidas 958 toneladas dos resíduos nos últimos sete dias. Todos os resíduos coletados são encaminhados ao Centro de Tratamento de Resíduos de Pernambuco, em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife.

Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral Norte
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral NorteFoto: Isabelle Barbosa/Portal FolhaPE
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral Norte
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral NorteFoto: Isabelle Barbosa/Portal FolhaPE
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral Norte
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral NorteFoto: Isabelle Barbosa/Portal FolhaPE
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral Norte
Óleo chega à praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Litoral NorteFoto: Isabelle Barbosa/Portal FolhaPE
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em Paulista
Óleo na praia do Forte de Pau Amarelo, em PaulistaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: