Delegado Roberto Ferreira, titular da 15° DPH, Delegada Polyanne Farias, gestora da DIRESP e delegada Margareth Galdino, Diretora da DEAH SUL
Delegado Roberto Ferreira, titular da 15° DPH, Delegada Polyanne Farias, gestora da DIRESP e delegada Margareth Galdino, Diretora da DEAH SULFoto: Divulgação/Polícia Civil

Quatro integrantes da facção criminosa Trem Bala foram presos suspeitos de homicídio em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco. O crime ocorreu na madrugada do dia 1° de janeiro deste ano no bairro de Camela, em pleno réveillon.

O crime ocorreu após uma discussão entre Edson Carlos dos Santos Ramos, mais conhecido por Bilunguinha, e a vítima, o trabalhador rural José Cosmo da Silva, o Nino, que estava portando uma faca e comemorava a chegada do Ano-novo com familiares e amigos.

Segundo o titular da 15ª Delegacia de Homicídios de Ipojuca, delegado Roberto Ferreira, Bilunguinha considerou a faca uma afronta e chamou os comparsas Argel Carlos de Jesus Rodrigues, o Quiquinho; João Victor Francisco do Nascimento, vulgo Vitão, e Luiz Filipe José da Silva, conhecido por Filipe Chimbel, que são integrantes da facção Trem Bala.

Leia também:
Presos suspeitos de planejar chacina de família em Itamaracá
Funcionário é preso por envolvimento no latrocínio da empresária em Rio Doce


“Ao explicar a situações aos integrantes da facção, o grupo revolveu ir até a festa onde José Cosmo estava e Quiquinho sacou uma pistola calibre 38 e efetuou vários tiros contra Nino", afirmou o delegado, contando que as outras pessoas presentes no local correram, conseguindo escapar dos disparos Ainda de acordo com ele, Nino não possuía envolvimento em crimes e não era integrante de nenhuma facção com atuação na localidade.

O grupo foi preso ao longo das investigações e autuado por homicídio e associação criminosa e encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: