Mulher foi agredida no Vasco da Gama
Mulher foi agredida no Vasco da GamaFoto: Reprodução/WhatsApp

Em menos de 15 dias, outra mulher foi agredida com líquido corrosivo no Recife, desta vez, no bairro do Vasco da Gama, Zona Norte da cidade. Sandra Maria do Nascimento, de 28 anos, foi atingida quando estava voltando do trabalho para casa, por volta das 12h30 desta quarta-feira (17). Socorrida para o Hospital da Restauração (HR), no Centro da capital, ela sofreu queimaduras no pescoço, costas e tórax. O caso foi registrado pela Força Tarefa de Homicídios.

O delegado Diego Acioli colheu o depoimento da vítima, que informou ter sido agredida próximo à subida Anhangá, quando dois homens encapuzados em uma moto pararam e jogaram um líquido que a atingiu. O caso segue em investigação na 5ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) sob o comando do delegado Roberto Lobo. Ainda não é possível apontar a autoria ou a motivação, informou a Polícia Civil por meio de nota. A Assessoria de Imprensa do HR informou que o estado de saúde da jovem será divulgado na quinta-feira (18).

Leia também:
TJPE mantém liberdade provisória de filho do médico morto em Aldeia
Polícia investiga morte de terceirizado vítima de choque elétrico


Caso Mayara
A jovem Mayara Estefany de Araújo, 19, que foi atacada com ácido sulfúrico pelo ex-companheiro, apresentou “boa evolução clínica”, segundo um boletim divulgado ontem pelo Hospital da Restauração (HR). Mayara segue internada em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital. Ela “apresenta bom nível de consciência quando retirada a sedação”; além disso, “os tecidos lesionados apresentam cicatrização satisfatória”.

Mayara deve passar por uma traqueostomia (cirurgia que abre um orifício na traqueia para a colocação de uma cânula para passagem de ar). O homem, identificado como William César dos Santos Júnior, 27, e o amigo Paulo Henrique Vieira dos Santos, 23, foram indicados por tentativa de feminicídio e estão presos no Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: