Agentes da Brigada Ambiental do Recife comandam ações
Agentes da Brigada Ambiental do Recife comandam açõesFoto: Isabelle Barbosa

Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Poluição, comemorando nesta quarta-feira (14), fiscais de poluição sonora conscientizam lojistas na Rua Santa Rita e no Pátio do Livramento, no Bairro de Santo Antônio, área central de Recife.

A blitz educativa promovida pela a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMAS), teve início no último sábado (10) em várias praças e bairro da Capital e termina nesta quarta. Durante a ação, os agentes da Brigada orientam os lojistas sobre as leis que tratam da poluição ambiental - considerado crime ambiental -, e os efeitos da poluição sonora.

Segundo o inspetor da Brigada Ambiental do Recife, Júlio Melo, mais de 100 locais já foram orientados. “Essa é uma ação de caráter educativo onde estamos informando que para fazerem o uso de equipamentos de som, os lojistas precisam ter uma autorização específica da Prefeitura. Logo após esse período, passaremos aos locais notificando aqueles que descumprirem as normas. Essa notificação segue para a secretaria que vai analisar caso a caso e aprovar a multa”, afirmou.

Ele alerta ainda que, durante o dia, o máximo de volume sonoro é de 70 decibéis, e que esse volume cai para 60 durante o período da noite - as pessoas incomodadas com a poluição sonora podem entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente do Recife ou ligar para o número 0800.720.4444.

Leia também:
Bairros da Boa Vista, Boa Viagem e Encruzilhada lideram denúncias de poluição sonora em 2019
População de animais em florestas cai pela metade desde 1970
Moradores de Paulista denunciam buracos e lixo nas ruas

De acordo com o vendedor de uma loja de sapatos, Cristiano Silva, o barulho sonoro incomoda bastante no centro da cidade. “Esse trabalho é essencial porque esclarece as normas. Agora dar para ouvir até os sons dos passarinhos”, contou.

Números
Segundo dados da Secretaria de Meio Ambiente do Recife, em 2018, 1.772 casos de poluição sonora foram registrados no Recife, sendo os bairros Boa Viagem, Boa Vista e Água Fria os mais frequentes. Já de janeiro a maio deste ano, foram registrados 485 casos, com os bairros Boa Vista, Boa Viagem e Encruzilhada liderando as denúncias.

Programação
As ações de conscientização e combate à poluição acontecem ainda no Econúcleo do Parque da Jaqueira, Zona Norte, e no Jardim Botânico, Zona Oeste do Recife, onde serão feitas atividades gratuitas nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16)

Na quinta, os artistas educadores recebem no Jardim Botânico estudantes do Colégio Ethos para vivências ambientais musicais, caça palavra ambiental com temática de poluição, oficina de percussão com garrafa PET e de brinquedos sustentáveis e a exibição do Cine Ambiental: refletindo sobre a poluição.

Na mesma data, o Econúcleo Jaqueira receberá estudantes das escolas municipais Engenho do Meio e Darcy Ribeiro para curtirem trilhas ambientais, jogos digitais com temática de reciclagem, esquete teatral Dom e a Máquina do Tempo: Que lixo é esse? e o Cine Ambiental: refletindo sobre a poluição.

Na sexta, a programação do Jardim Botânico contará com a participação dos estudantes do EREM Senador Vitorino Freire, de Arcoverde e o Colégio Motivo de Recife. A programação inicia às 9h com Caminhada ecológica: “Olhando e ouvindo o pulmão do mundo”, seguida por contações de histórias em cordel: “Não polua nosso mundo” e caminhada ecológica: “Um olhar sem poluição”. Cerca de 60 alunos da Escola Miguel Arraes terão um dia de muitos conhecimentos sobre o combate à poluição no Econúcleo Jaqueira, a partir das 9h, com contação de histórias com miniaturas “O Pequenino Grão de Areia”, histórias cantaroladas e trilha lúdica ambiental.

No sábado (17), a equipe de arte-educadores da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade recebe o público em geral para apresentar o Pocket Show de Maricota: “Um show de minhoca contra a poluição” às 10h e a esquete teatral Dom e a Máquina do Tempo: que lixo é esse, às 15h, no Econúcleo Jaqueira. Quem for ao Jardim Botânico terá a oportunidade de participar da Oficina de Xilogravura Sustentável: Isopor não é lixo, às 10h, e curtir o Caça Palavra Ambiental: Chega de poluição! às 14h30.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: