Saúde e Bem-Estar

Rafael Coelho

ver colunas anteriores
Rafael Coelho, e-mail: contato@rafaelcoelho.med.br | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelho
Rafael Coelho, e-mail: [email protected] | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelhoFoto: Divulgação

A chamada resistência insulínica é um desequilíbrio entre a quantidade de insulina produzida pelo pâncreas e o funcionamento desta quantidade de insulina. Uma pessoa sem resistência insulínica é como se uma molécula de insulina tivesse a capacidade de colocar uma molécula de glicose dentro da célula, porém, na pessoa com resistência, fosse necessário duas ou mais moléculas de insulina para realizar o mesmo trabalho. O ganho de peso é uma característica da resistência à insulina. Através do ganho de peso, o pâncreas produz mais insulina. Mais insulina  produzida, mais as células tendem a se proteger desse excesso, consequentemente, mais aumenta a resistência insulínica. O pâncreas não consegue produzir mais insulina. Portanto, os níveis de açúcar no sangue começam a ficar altos, surge o diabetes do tipo II. Gestação, síndrome metabólica, pressão alta, colesterol ruim elevado, gordura no fígado, podem levar à resistência insulínica ou serem patologias dessa resistência. A resistência à insulina pode ser identificada nos exames laboratoriais de rotina. Também o diagnóstico pode ser averiguado nos casos em que há suspeita clínica. Nos casos de sobrepeso e obesidade, alterações de colesterol, pressão arterial alta e nas gestantes com alterações de glicemia, a resistência insulínica deve ser sempre pesquisada. Mudanças no estilo de vida como o combate ao sedentarismo e uma alimentação balanceada são formas de tratar a resistência à insulina. O médico é o profissional indicado para tratar esse mal que tem atingido em maior grau as pessoas.

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro.

*Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Atende em consultório particular. Atua nas seguintes áreas: Emagrecimento, Hipertrofia, Longevidade, Performance Esportiva, Distúrbios Metabólicos, Bioimpedância. Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468 Email: [email protected]

Notas

Centro Suzuki

Centro Suzuki - Foto: divulgação

Centro Suzuki PE realiza 1º Aulão Experimental Suzuki para Bebês
O Centro Suzuki Pernambuco, escola especializada em musicalização infantil bilíngue, vai realizar o 1º Aulão Experimental Suzuki para Bebês (0-3 anos). O encontro acontece no dia 16 de fevereiro, próximo sábado, no Espaço Ícone – Desenvolvimento Humano, localizado na Rua Padre Anchieta, nº 449, na Madalena. Serão disponibilizados três horários de aulas: 9h, 10h e 11h. Cada turma comporta oito alunos. A entrada é gratuita.


Massoterapia Ayurvédica é tema de curso no Recife
A Massoterapia é uma opção valiosamente benéfica quando falamos de práticas corporais voltadas para o bem estar individual. Nesse sentido, visando ampliar os horizontes de aprendizado e imersão nessa linha terapêutica na cidade do Recife, o Pura Luz Yoga está com formação aberta para o curso de Kosha Body Massoterapia Ayurvédica Avançada nos dias 15, 16 e 17 deste mês.

Massoterapeuta Victor Lima

Massoterapeuta Victor Lima - Foto: divulgação

O curso é voltado para voltado para leigos, para iniciados no mundo terapêutico e também para aqueles que buscam auto conhecimento, saúde global, qualidade de vida e/ou a descoberta de um novo universo de trabalho. Essa formação possui a estrutura de aulas online disponíveis em plataforma exclusiva para estudos à distância, que ficarão à disposição do inscrito durante e após os encontros presenciais para consolidação do conteúdo abordado, além das aulas práticas e avaliação para entrega dos certificados. Nessa formação vamos disponibilizar a plataforma online com aulas a respeito do Ayurveda, os biotipos (doshas) e suas características, a importância de entender esses doshas para tratar desordens físicas e emocionais, os pontos de tensão e a psicossomática do organismo, além de aromaterapia básica, os pontos que devem ser analisados durante a anamnese com o paciente. Informações pelo telefone: 81 9 9788 2651 com o massoterapeuta Victor Lima.


Fique por Dentro

Folia requer cuidados especiais para a futura mamãe
Em época de carnaval, as mulheres gestantes também entram na folia. Alguns cuidados são necessários para o bem-estar do bebê e da mamãe. O primeiro passo para quem deseja desfilar, frequentar festas ou bailes é verificar com o médico se não há qualquer problema com a gestação. As grávidas com sangramento, cólicas e outros incômodos devem ficar de fora e evitar esse agito. Com o aumento da barriga, o centro de gravidade da futura mamãe pode se deslocar tornando mais fácil o desequilíbrio e, consequentemente, as quedas. Empurrões, quedas e pancadas na barriga, mesmo que sem querer, podem levar a um parto prematuro. É preciso cuidado com as aglomerações por causa disso. É por esse motivo também que o salto alto deve ficar dentro do armário, já que o recomendado é dançar ao invés de pular.Além disso, a gestante precisa usar roupas e sapatos confortáveis e esquecer as fantasias apertadas, além de evitar lugares abafados, já que o calor pode levar à queda de pressão. A mulher deve respeitar os limites do seu corpo, descansando sempre que necessário, priorizando uma alimentação saudável. Evitar aqueles petiscos gordurosos, não ingerir bebidas alcoólicas e manter sempre a hidratação com bastante água. Esse período de carnaval é capaz de influenciar muito o humor da mamãe, liberando hormônios de bem-estar como a endorfina, por exemplo, que serão transmitidos ao bebê.
Domingos Mantelli é Ginecologista e Obstetra. É autor do livro Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra.


** A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas


 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: