Saúde e Bem-Estar

Rafael Coelho

ver colunas anteriores
Ilustração para a microbiota
Ilustração para a microbiotaFoto: reprodução

Olá, leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar

Vamos falar um pouco sobre microbiota. Parece algo difícil de entender, mas deixa-me explicar bem direitinho. Microbiota é a flora intestinal. No nosso trato intestinal há milhares de bactérias. Há bactérias do bem e do mal. Essas bactérias reguladas no organismo contribuem no metabolismo, na digestão e absorção de vitaminas e fortalecem o sistema imunológico. Legal, né? A microbiota é muito influenciada pelo nosso estilo de vida, nível de estresse, pelos alimentos que consumimos. Alimentos integrais e naturais possuem mais bactérias saudáveis. As comidas industrializadas e processadas são mais nocivas ao nosso organismo. O cólon é um ambiente natural para reprodução de bactérias, sendo a morada da microbiota. Um cólon não saudável pode levar a chamada disbiose, ou desequilíbrio da flora intestinal. Neste caso as bactérias saudáveis são dominadas pelas bactérias noviças. As bactérias do bem geram nutrientes valiosos, como as vitaminas do complexo B. Já as bactérias nocivas formam gases, putrefação dos alimentos e levam até o aumento de peso. Temos que tratar o nosso organismo por um médico especializado. Os sistemas digestivos e intestinais doentes baixam a imunidade levando a outras doenças. Uma alimentação saudável contribui para uma microbiota sadia. Há três tipos de bactérias que estão envolvidas na microbiota: as probióticas (fiquem ligados que em outro artigo vou falar mais delas) as comensais, são as que temos mais e podem ser boas ou ruins, e as patogênicas, que causam doenças agudas ou crônicas. A interação entre esses três tipos de bactérias gera um equilíbrio importante na nutrição, fisiologia e regulação do nosso sistema imunológico.

Vamos melhorar a dinâmica do nosso intestino?

- Melhore a diversidade dos seus alimentos

- Coma mais vegetais, legumes e frutas

- Consuma mais alimentos fermentados (iogurtes e leite fermentado)

- Reduza o adoçante artificial

- Aumente a ingestão de alimentos prébioticos (fibras, carboidratos complexos)

- Leite materno (6 primeiros meses)

- Use mais grãos integrais;

- Consuma alimentos com polifenóis (cacau, uva, chá verde, vinho, amêndoas, cebola, amoras, brócolis)

- Tenha um sono regulador e faça exercícios físicos

- Cuidado: excesso de açúcar, alimentos processados, limite o uso de antibióticos

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro.

Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Atende em consultório particular. Atua nas seguintes áreas: Emagrecimento, Hipertrofia, Longevidade, Performance Esportiva, Distúrbios Metabólicos, Bioimpedância. Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468 Email: contato@jademilsonsilva.com

Notas

Hemope na campanha de Carnaval
A campanha de carnaval do Hemope se estenderá por todo o mês de fevereiro e, para mobilizá-la com diversas atrações, o Hemope contará com presença tradicional do Rei e da Rainha do Carnaval do Recife, no dia 26, que irão cumprimentar os doadores, além de visitar os pacientes internados no Hospital do Hemope. O órgão fica na Rua Joaquim Nabuco, 171 - Graças - Recife. Fone: (81) 3182.4600. Atendimento: De segunda-feira a sábado, das 07h15 às 18h30, inclusive nos feriados.

Fique por Dentro

Patologias como alergias, insônia e ansiedade podem ser tratadas com a Microfisioterapia

Rebeca Mariz, fisioterapeuta

Rebeca Mariz, fisioterapeuta - Foto: divulgação

Muitos não percebem, mas sentimentos e emoções podem afetar a nossa saúde física. Considerando esse fator, a Microfisioterapia promove um tratamento focado no sistema nervoso para equilibrar tanto o físico quanto o emocional. Este método atua prevenção, diagnóstico e tratamento manual das disfunções corporais somato-emocionais. Por meio de toques manuais suaves e específicos, com o objetivo de desencadear o sistema natural de recuperação dos desequilíbrios e disfunções do corpo, fazendo com que os sintomas regridam na medida do tempo, progredindo para o bem estar. Ela tem atuação na causa dos desconfortos, identificando pontos chamados de cicatriz patológica que podem causar danos à saúde. Uma cicatriz patológica prejudica o funcionamento celular e, a partir daí, interfere no funcionamento do organismo, seja um órgão específico, uma dificuldade ou doença emocional, ou sintomas como insônia, ansiedade e alergias. Uma vez identificada a causa da doença, dor ou distúrbio, o terapeuta busca estimular pontos específicos do corpo para que ele inicie um processo de reparação daquela cicatriz patológica aliviando as queixas do paciente. Ao tratar a origem do problema, a Microfisioterapia abre portas para que o corpo encontre o caminho do seu equilíbrio.

Rebeca Ribeiro Mariz (Crefito 114001) é fisioterapeuta que atua na área de Osteopatia, Acupuntura, Microfisioterapia e Terapia Crânio Sacral. Atende em consultório particular na zona Norte. Instagram: @drarebecamariz

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: