Saúde e Bem-Estar

Rafael Coelho

ver colunas anteriores
Rafael Coelho, e-mail: contato@rafaelcoelho.med.br | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelho
Rafael Coelho, e-mail: [email protected] | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelhoFoto: Folha de Pernambuco

Olá, leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar

A expectativa de vida no Brasil é 75 anos e, em países desenvolvidos, é de 84 anos. Desde o século 19, a expectativa de vida cresce continuamente. Avanços na ciência e medicina apontam essa crescente expectativa. A saúde e hábitos de vida equilibrados são fundamentais para se ter uma longevidade saudável. Manter-se produtivo é muito importante para o corpo e a mente de quem já chegou na terceira idade.

A chamada medicina para a longevidade saudável nasceu nos Estados Unidos, em 1990, e o objetivo desse movimento é proporcionar hábitos de vida com maior produtividade. Para chegar produtivamente aos 60, 70, 80 anos de idade, é preciso cuidar da saúde e bem-estar.

Separei seis hábitos para você cultivar uma longevidade saudável:

- Beba água – procure se hidratar durante todo o dia

- Medite – esvazie a mente e pratique o silêncio. Respire calma e profundamente, faça de 10 a 20 respirações, com atenção plena, diariamente.

- Sono – é importante fazer manter um sono restaurador. Mais do que dormir muito, é manter uma boa qualidade de sono.

- Tome chá – em uma pesquisa feita na China, com 100 médicos acima de 90 anos, identificou que chás antioxidantes fazem parte da dieta dos pesquisados. Todos estavam produtivamente cultivando hábitos como leitura, trabalho, exercícios e lazer.

E separo ainda dois hábitos que sempre aconselho para os meus pacientes:

- Alimentação saudável: coma alimentos de “verdade”, frutas e verduras, evite enlatados e embutidos, assim como o excesso de frituras, farinha branca, sal e açúcar.

- Movimente-se: movimento é vida. Portanto, mantenha um treino regular. Ande, corra, dance, pedale. Não fique parado. Faça aquilo que você tenha mais prazer.

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro

Rafael Coelho* (CRM: 23943/PE) é médico. Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468 E-mail: [email protected]m

PÍLULAS

Finanças pessoais para médicos

Com o tema: “Finanças pessoais para médicos – faça seu dinheiro dar plantão para você”, o médico Fábio Queiroga, a economista Manoela Barreto e o consultor de empresas Clemon Alves, debaterão sobre alocação, aposentadoria privada, planejamento financeiro, empreendedorismo durante o evento, que acontecerá no estabelecimento do Café Café, nas Graças, dia 17 de agosto, das 09h às 12h. Informações: 81 99976.7371

Formação Kids de Coaching no Recife

Rogério e Andrea Lins com Márcia Belmiro

Rogério e Andrea Lins com Márcia Belmiro - Foto: divulgação

Rogério e Andréa Lins trazem para o Recife o primeiro Instituto de Inteligência Emocional Infantil, o QE+. A abertura do espaço recebe a Formação Kids Coaching, por Márcia Belmiro, e deve abranger profissionais como pedagogo, psicólogo, professor, fonoaudiólogo, psicomotricista, nutricionista, pediatra e demais atividades ligadas ao desenvolvimento infantil.

BULA

Esteatose Hepática atinge 20% da população brasileira


Segundo a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH), a esteatose hepática – doença que pode levar a um processo inflamatório crônico do fígado ocasionado por deposição de gordura - atinge aproximadamente 20% da população. A doença pode ter causas alcoólicas (provocadas pelo consumo excessivo de bebida) e não alcoólicas, diabetes, obesidade e níveis elevados de colesterol e triglicerídeos, sendo capaz de atingir qualquer faixa etária. Com o tempo, os danos ao fígado podem levar à insuficiência hepática e outras complicações, condições que põem em risco a vida.

Além da esteatose, outras causas de doenças crônicas do fígado, como as hepatites virais, aumentam a incidência do câncer primário mais comum do fígado, o Carcinoma Hepatocelular (CHC). O CHC é o quinto tumor maligno em frequência em todo o mundo e a segunda causa mais comum de morte relacionada ao câncer, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A incidência de CHC tem aumentado rapidamente no mundo nos últimos 20 anos e um recente estudo usando o registro norte-americano projeta que a incidência continuará a crescer até 2030, de forma ainda mais notável em países latino-americanos.

Dr. Airton Mota Moreira,
médico da Criep - Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa. Instagram: @clinicacriep

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: