Celulares e arma encontrados com o suspeiteo
Celulares e arma encontrados com o suspeiteoFoto: Divulgação/Polícia Militar de Pernambuco

Os dois suspeitos do latrocínio de Francielly Karla da Silva, de 24 anos, ocorrido na noite da última quarta-feira (17), em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco, foram detidos por policiais da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). A vítima tentou recuperar um celular roubado pela dupla e morreu após ser baleada na cabeça

Um dos suspeitos, identificado como Ageilson Ferreira da Silva, de 19 anos, mais conhecido como “Nem”, foi detido nas proximidades do distrito de Barra de Sirinhaém, na manhã desta sexta-feira (19), com a arma utilizada no crime e o celular da vítima.

Leia também:
Mulher morre baleada após reagir a assalto em Sirinhaém
Empresário holandês é baleado no Cabo; adolescente é apreendido

O outro suspeito, um adolescente de 15 anos, que estava junto do autor do disparo na moto usada no dia do crime, foi detido na noite dessa quinta-feira (18).  Além da dupla, outras quatro pessoas foram detidas. Os seis suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Sirinhaém, onde deverão ser autuados.

Segundo o subcomandante da 10ª CIPM, Major Xavier, os demais suspeitos deram guarida para esconder os autores do latrocínio e recepcionar os objetos roubados. Foram encontrados mais de 10 celulares roubados no mesmo dia. Os supostos autores agiram de forma isolada na noite do latrocínio, mas têm envolvimento com uma organização criminosa que atua na região.

Entenda o caso
Francielly Karla da Silva, de 24 anos, morreu baleada com um tiro na cabeça após reagir a um assalto na noite da quarta-feira (17). De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, a vítima foi surpreendida por dois criminosos que chegaram em uma motocicleta e anunciaram o assalto por volta das 20h40, na rua Laurindo Gonçalves de Lima, no bairro de Vila Nova, em Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco.

A vítima chamou um amigo para tentar recuperar o celular roubado e foram atrás dos suspeitos. Quando encontraram a dupla houve o disparo na cabeça. Um outro suspeito que havia recebido os objetos roubados foi detido na manhã da quinta-feira (18). As investigações estão sob a responsabilidade da Polícia Civil de Pernambuco.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: