Nova York vai realizar seu próprio teste de anticorpos para Covid-19

Embora o número de hospitalizações por Covid-19 esteja caindo em Nova York, o número de mortes permanece praticamente no mesmo nível

Morte por coronavírus em Nova YorkMorte por coronavírus em Nova York - Foto: Angela Weiss / AFP

O estado de Nova York, o mais afetado pelo novo coronavírus nos Estados Unidos, começará a realizar 2.000 exames diários de seu próprio teste de anticorpos, priorizando trabalhadores essenciais, anunciou nesta quarta-feira (15) o governador Andrew Cuomo.

Cuomo também indicou que decretará o uso obrigatório de máscaras se alguém for forçado a passar a menos de dois metros de outras pessoas, por exemplo, no metrô ou em um supermercado.

Embora o número de hospitalizações por Covid-19 esteja caindo em Nova York, o número de mortes permanece praticamente no mesmo nível diariamente.

Leia também:
China apela aos EUA que cumpram obrigações com a OMS
EUA tem recorde de 2.228 mortes por Covid-19 em 24 horas


Nas últimas 24 horas, foram 752 falecimentos devido ao coronavírus e todos os dias são diagnosticados 2.000 novos casos, afirmou o governador em entrevista coletiva. O estado tem mais de 202.000 infectados com o vírus e registrou mais de 11.500 mortes, a grande maioria na cidade de Nova York.

O teste de anticorpos requer um simples toque no dedo e ajudará a detectar quem já teve o vírus - mesmo que não apresentem sintomas - e desfrute de alguma imunidade em princípio, permitindo que volte ao trabalho, explicou Cuomo.

Também permite a obtenção de plasma que pode ser usado como tratamento contra a Covid-19, afirmou o político.

O teste de anticorpos foi desenvolvido pelo Departamento de Saúde do governo do estado de Nova York e, se aprovado pela agência federal de medicamentos, o FDA, a capacidade pode ser aumentada para 100.000 testes por dia, estimou Cuomo.

"Vamos priorizar o teste de anticorpos para equipes de emergência e trabalhadores essenciais", incluindo a polícia e o pessoal médico de Nova York, disse.

O governador insistiu que Nova York também precisa urgentemente de ajuda do governo federal para poder realizar testes de diagnóstico para a Covid-19 em seus 19 milhões de habitantes. Até agora, em um mês, ele só conseguiu testar meio milhão de pessoas.

"Quanto mais testes, mais aberta a economia. Mas não há capacidade nacional suficiente para isso", lamentou.

O uso de máscaras é recomendado pelos Centros de Controle de Doenças (governo) desde 3 de abril, mas não é obrigatório, como lembrou o presidente Donald Trump, criticado por dizer que não usaria máscara.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse nesta quarta-feira que a polícia ajudará os nova-iorquinos a lembrar de tapar suas bocas e narizes em supermercados ou lojas de departamento, se estes estabelecimentos tiverem avisos sobre essa medida em cartazes na entrada.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Novo apagão atinge cidades do Amapá
BLECAUTE

Novo apagão atinge cidades do Amapá

Brasil aplica mais de 1,7 milhão de vacinas contra Covid em 24h
MARCA

Brasil aplica mais de 1,7 milhão de vacinas contra Covid em 24h