Novos 32 leitos de UTI passam a funcionar no Recife a partir desta quinta-feira

Os novos leitos foram instalados no hospital de campanha Recife III, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife

Os novos leitos vão funcionar no hospital de campanha Recife IIIOs novos leitos vão funcionar no hospital de campanha Recife III - Foto: Divulgação / PCR

Trinta e dois novos leitos de Unidade Intensiva (UTIs) passam a funcionar a partir desta quinta-feira (4) no hospital de campanha Recife III, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife. O anúncio foi feito na manhã pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio, durante coletiva virtual.

Segundo o gestor municipal, os leitos receberão pacientes das Unidades de Pronto Atendimento estaduais e encaminhados pelas policlínicas do município através da Central de Regulação de Leitos de Pernambuco.

“Agora, a gente chega a 160 novos leitos de UTI, todos ativos e funcionando para salvar vidas na nossa cidade. Com isso Recife dar um uma importante contribuição para a redução da fila de UTI do sistema público de saúde do nosso Estado”, afirmou o prefeito.

Leia também:
Recife registra mil altas médicas em hospitais de campanha
Novos leitos diminuem fila de espera por UTI em Pernambuco
Sétimo hospital de campanha é entregue no Recife com 107 leitos

De acordo com o secretário de saúde do Recife, Jailson Correia, a ampliação dos novos leitos de UTI são fundamentais para evitar o colapso do sistema de saúde e para iniciar o plano de convivência que flexibiliza o isolamento social.

“Esses leitos a mais são fundamentais para qualquer plano de convivência que possa ser discutido a partir desse momento, porque temos um suporte, ou seja, mais leitos disponíveis caso sejam necessários para uma rápida mobilização e isso é fundamental”, contou o secretário de saúde do Recife.

Ainda de acordo com ele, já estão em funcionamento 200 respiradores adquiridos pela PCR e novos 87 foram recebidos nesta semana. “Esses 87 novos respiradores foram adquiridos de um consórcio público-privado da Turquia. São respiradores digitais e que já começam a ser testados e instalados a partir de hoje”, afirmou Jailson Correia.

Atualmente, 812 leitos estão ativos nos sete hospitais de campanha construídos pela Prefeitura. Destes, 160 leitos são de UTI e 652 de enfermaria. Cem vagas desses leitos de UTI estão ocupados no Recife.

“Atingimos a marca de 1.321 altas hospitalares. Pessoas que passaram pelas nossas estruturas de enfermaria e de UTI que já tiveram alta. Outras 11.000 pessoas que mesmo não sendo internadas, já passaram pelo período de observação e isolamento e hoje são consideradas recuperados”, afirmou o secretário, informando que os protocolos de isolamento social continuam valendo e sendo muito importantes no combate à pandemia.

Jailson Correia lamentou a morte de bebê dentro do ventre materno ocorrido no Recife. “É mais uma demonstração do potencial e gravidade da Covid-19 e do fato da gente estar aprendendo com essa doença a todo tempo. Há uma investigação epidemiológica em relação a esse caso, e essa investigação mostrou que o bebê estava positivo para o coronavírus. Isso não significa necessariamente que foi o vírus o causador do óbito fetal”, disse.

“As gestantes têm prioridade no atendimento. O pré-natal no Recife nunca foi interrompido mesmo durante o período de quarentena rígida. Quando a gestante apresenta problemas respiratórios, ela é encaminhada rapidamente para o atendimento especializado nas unidades de referência”, informou o secretário, afirmando que a PCR e o Governo de Pernambuco investigam todos os recém-nascidos filhos de mães positivas para o Covid-19.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Dificuldade de rastreamento afeta metade do arsenal de armas no Brasil
ARMAS

Dificuldade de rastreamento afeta metade do arsenal de armas no Brasil

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais
Folha Pet

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais