CRISE NA UCRÂNIA

Número de refugiados ucranianos aumentou em 200 mil em 24 horas

Cerca de 874 mil pessoas fugiram do país desde o início da invasão russa

Refugiados da Ucrânia embarcando em direção à Hungria Refugiados da Ucrânia embarcando em direção à Hungria  - Foto: Attila Kisbenedek / AFP

O número de refugiados ucranianos em países vizinhos aumentou em 200 mil pessoas em 24 horas, de acordo com os últimos números da ONU divulgados nesta quarta-feira (2), elevando o total para 874 mil desde o início da invasão russa da Ucrânia. 

A Ucrânia faz fronteira com sete países: Rússia ao norte e leste, Belarus ao norte, Polônia e Eslováquia a oeste e Romênia, Hungria e Moldávia a sudoeste.

Cerca de 874.000 refugiados 
De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), os últimos dados disponíveis mostravam que 874.026 pessoas fugiram da Ucrânia para países vizinhos nos últimos sete dias.

Esses números incluem o território controlado por Kiev, com mais de 37 milhões de habitantes, mas não a península da Crimeia anexada pela Rússia em 2014 ou as duas áreas nas mãos de separatistas pró-russos no leste do país.

Polônia 
A Polônia recebeu mais da metade dos refugiados, um total de 453.982 pessoas, segundo a ONU. 

Na Polônia, onde 1,5 milhão de ucranianos já viviam antes da ofensiva russa, as pessoas se organizam nas redes sociais para arrecadar dinheiro e remédios e também oferecer moradia, alimentação, trabalho ou transporte gratuitos aos refugiados.

Hungria 
A Hungria recebeu 116.348 refugiados, disse um responsável.

O país tem cinco postos de fronteira com a Ucrânia e várias cidades vizinhas, como Zahony, disponibilizaram prédios públicos para acomodar os ucranianos. 

Moldávia 
Um total de 79.315 refugiados chegaram ao território moldavo até esta quarta-feira.

Romênia 
O ACNUR contabilizou cerca de 44.540 refugiados da Ucrânia. Dois acampamentos foram montados, um em Sighetul e outro em Siret.

Eslováquia 
Cerca de 67.000 ucranianos viajaram para a Eslováquia desde quinta-feira diante da ameaça de guerra, segundo o ACNUR.

Outros países 
A agência da ONU também especificou que 69.600 pessoas se refugiaram em outros países europeus, mais distantes das fronteiras de seu país, como a República Tcheca (20.000 refugiados).

Veja também

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação
Télam

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação

Moda da Hermès desafía todos os elementos
Moda

Moda da Hermès desafía todos os elementos