O Brasil ganhou cinco mil novos milionários em 2017

Segundo professor da PUC, o cenário de crise, ao invés de retardar este crescimento, na verdade fomenta

Dinheiro Dinheiro  - Foto: Divulgação

O Brasil ganhou 5 mil novos milionários em 2017, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais. Com a aquisição, o País passa a ter 117.421 milionários. Para se enquadrar, é preciso ter pelo menos R$ 1 milhão em aplicação financeira e dentro de bancos privados.

Esses dados parecem encorajadores em um momento de crise, mas são justamente o contrário. Em entrevista ao portal R7, o Antônio Corrêa de Lacerda, professor Doutor do Departamento de Economia da PUC-SP, declarou: "A crise só afeta os meros mortais. Só existem duas pessoas que ganham nesse cenário: as instituições financeiras e aqueles que vivem desse mercado de investimento.”

Lacerda ainda completa dizendo que este tipo de movimentação é natural em um país como o Brasil, com algumas especificidades. "Nós praticamos a maior taxa de juros do mundo. Aqueles que investem em aplicação, ganham muito. Não há incoerência em aumentar o número de milionários em tempos de crise, porque eles investem e acabam ganhando ainda mais”, completou.

É possível que ainda surjam mais uma quantidade significativa de milionários no Brasil, mesmo diante da crise. Vale salientar que São Paulo é o estado que concentra o maior número de contas de brasileiros de alta renda,com 58.746 clientes; enquanto o Rio de Janeiro fica em segundo lugar, com 17.787.

Veja também

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte
internacional

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte

Brasil atinge 5,4 milhões de casos da Covid-19
boletim

Brasil atinge 5,4 milhões de casos da Covid-19