O mapa da cachaça

Documento oficial pode servir de base para orientações do setor produtivo

O levantamento diagnosticou 1.397 produtores distribuídos em 835 municípiosO levantamento diagnosticou 1.397 produtores distribuídos em 835 municípios - Foto: Divulgação

A mais brasileira das bebidas ganhou revisão do seu documento oficial no País. O Anuário da Cachaça 2019 foi divulgado no fim de maio pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com dados do setor da Cachaça e da Aguardente dos últimos anos.

O levantamento diagnosticou 1.397 produtores distribuídos em 835 municípios, a maioria concentrada na região Sudeste, sendo Minas Gerais o estado líder.
Ainda de acordo com o documento do MAPA, os produtores de cachaça e de aguardente representam 21,96% do total de 6.362 produtores de bebidas alcoólicas e não alcoólicas no Brasil.

“A cadeia produtiva da cachaça é hoje responsável por empregar mais de 600 mil brasileiros. Tendo em vista a produção distribuída em 26 unidades da federação e a quantidade de produtores registrados, esperamos obter um maior apoio do governo brasileiro para que o desenvolvimento da categoria possa se dar de maneira sustentável nos próximos anos, contribuindo ainda mais para a geração de emprego e renda no País”, destaca Carlos Lima, diretor executivo do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), que destaca ainda que o anuário é um importante passo para o crescimento e aprimoramento do setor, pois pode ser a base de futuras políticas públicas para o setor.

Os 50 Melhores (AMLAT)
Será no dia 10 de outubro o anúncio dos 50 Melhores Restaurantes da América Latina, patrocinado por S.Pellegrino e Acqua Panna. A cerimônia será em Buenos Aires. O ranking está no 7º ano.

Instagram para seguir
Sommelière de cerveja e especialista em hospitalidade, a paulistana Carol Oda mostra muito das suas experiências em bares e restaurantes, e em eventos do setor, trazendo pílulas sobre serviço e formas de consumo. Vale a pena seguir já: @carolinaoda.

Aliás...
Foi via Carol que fiquei sabendo de um produto inovador na indústria cervejeira: a cerveja instantânea. A Magic Booze é uma cerveja instantânea, produzida pela Pratinha, e foi lançada no Mondial de La Bière, na última semana de maio em São Paulo.

Polêmica
Os cervejeiros mais puristas falaram que o produto era “um desserviço” ao ramo de atendimento. Eu pessoalmente achei a criação bem instigante. Imagine essa tecnologia sendo aplicada na indústria alimentícia daqui a alguns anos...

Breja de verdade
A Magic Booze é uma cerveja ultra concentrada, com todos os componentes de uma breja líquida, em sachês. Para ser consumida, basta acrescentar um copo de água com gás. Ficou curioso como eu? Ela está sendo vendida no site. A Pratinha é de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

*É editora do caderno Sabores e escreve quinzenalmente neste espaço. Instagram: @quintopecado