"O problema do Pacto é a ausência do governador na gestão da segurança", afirma Armando

Senador petebista comentou declarações do sociólogo José Luiz Ratton sobre o programa de segurança pública em PE

O senador Armando Monteiro voltou a criticar o governador Paulo Câmara sobre a gestão do Pacto Pela VidaO senador Armando Monteiro voltou a criticar o governador Paulo Câmara sobre a gestão do Pacto Pela Vida - Foto: Ana Luiza Souza/Divulgação

O senador Armando Monteiro (PTB) voltou a criticar a gestão do governador Paulo Câmara nesta quarta-feira (25), ao comentar as declarações do sociólogo José Luiz Ratton sobre insuficiência do programa Pacto Pela Vida.

“Um dos principais idealizadores do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, confirma o que todo pernambucano já vem sentindo há muito tempo. O desmonte do programa Pacto Pela Vida não é causado pela crise econômica, como afirma o Governo de Pernambuco: o principal problema é a ausência do governador na gestão da segurança pública", afirma Armando Monteiro, fazendo referência às declarações de Luiz Ratton ao jornal Valor Econômico.

Ao Valor, o sociólogo afirma que o problema do Pacto Pela Vida "é anterior à crise econômica que abateu Pernambuco”, divergindo das justificativas do Governo do Estado. Ratton foi um dos idealizadores do Pacto e foi assessor especial de segurança durante os anos de 2007 a 2012.

“Fica claro o completo retrocesso do programa de segurança pública, com aumento de 44% no número de homicídios e a volta aos patamares do ano de 2007, quando o programa foi implantado. No Nordeste, estados como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio Grande do Norte tiveram melhor desempenho em 2015. A derrocada do Pacto pela Vida chama a atenção do Brasil. O que seria esperança em termos de modelo se transforma numa desilusão”, conclui Armando.

Veja também

Fernando de Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19
Modernização

Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras da quarentena no Chile
QUARENTENA

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras no Chile