O riso tem pavor, rancor, preconceito...

O riso tudo abafa. E aparece, ali, sorrateiro e inconveniente. Senhor de sua presença

Autoritário, repentino e multifacetado é o risoAutoritário, repentino e multifacetado é o riso - Foto: Pixabay/Cortesia

 

O riso é, sim, uma manifestação de alguém que está feliz.
Mas é também desespero de alguém em aflição.
Porque o riso tem essa característica de ser, em si, oposição.
O riso é ainda um recurso de quem é pego de surpresa e, sem saber o que dizer, ri.
Ri o riso dos fujões ou dos traídos pela falta de reação ao assalto de um argumento.
O riso é, sim, autoritário.
Impõe com uma cara engraçada uma inocente piada, que de nada disso tem.
Tem pavor, rancor, preconceito. Mas o riso tudo abafa. E aparece, ali, sorrateiro e inconveniente. Senhor de sua presença.
O riso é, sim, falta de assunto.
Provocação e até irritação.
Testa os nervos de quem vê em tudo um opositor.
Testa também os nervos daquele professor.
Que suporta, ou não, os risinhos quando tira os olhos do grupo.
O riso, em suas variantes e sob todas as suas relatividades, é imprevisível.
É um enigma. Porque nem todo riso é sincero.
E quando falta a verdade, sobra autoridade.
Quem ri do alto, inscreve-se na história dos ditadores.

 

Veja também

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio
Amazonas

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio

Sem UTI aérea, ministério só vai transferir de Manaus pacientes de Covid em estado menos grave
Colapso em Manaus

Sem UTI aérea, ministério só vai transferir de Manaus pacientes de Covid em estado menos grave