Obra muda itinerário de coletivos em Paulista

Interdição da ponte da Comunidade do Barão começa às 5h desta quarta-feira (30) e terá duração de 150 dias

Ponte da comunidade do Barão, em PaulistaPonte da comunidade do Barão, em Paulista - Foto: Divulgação

A principal via que liga o Centro do Paulista ao bairro de Paratibe, também na cidade, ficará interditada a partir desta quarta-feira (30) por conta de uma obra na ponte da Comunidade do Barão. Durante o bloqueio, os condutores que trafegam pela avenida Lindolfo Collor devem fazer o percurso por rotas alternativas.

Duas vias podem ser usadas pelos motoristas: rua 79 e avenida Palmares. A primeira liga Paratibe a Jardim Paulista, enquanto a outra faz conexão entre Arthur Lundgren I, pela ponte do Banheiro do Soldado, até a área central do município.

A interdição da ponte da Comunidade do Barão, que começa às 5h, terá duração de 150 dias. O trabalho no local vai contar com o apoio de agentes de trânsito, que ficarão encarregados de orientar os condutores sobre as rotas alternativas.

Leia também:
Engavetamento deixa o trânsito complicado na avenida Caxangá; veja vídeo


Por conta da obra, quatro linhas de ônibus e duas de Kombi terão o itinerário alterado. O Grande Recife Consórcio de Transporte – órgão que gerencia o transporte público na RMR – já foi comunicado pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Administração das Regionais.

Com o bloqueio, a Secretaria de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente terá condições de realizar a duplicação e requalificação da ponte. O serviço faz parte de um convênio com o Ministério da Integração Nacional, que inclui a dragagem do Rio Paratibe e a requalificação da Ponte do Banheiro do Soldado – obra já entregue à população.

Confira as linhas que terão o itinerário alterado:

Ônibus:
Linha 1935 – Paratibe/T.I Pelópidas;
Linha 1934 – Arthur Lundgren I/T.I Pelópidas;
Linha 1996 – Arthur Lundgren II/ Rio Doce;
Linha 1948 – Arthur Lundgren II/Macaxeira.

Kombi:
Linha 02 – Arthur Lundgren I/Cidade Tabaraja;
Linha 03 – Arthur Lundgren I/ Jardim Maranguape

Veja também

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU
Mundo

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus
Pandemia

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus