Obras para reconstrução da Notre-Dame são reiniciadas

O monumento histórico, o segundo mais visitado da Europa, foi parcialmente destruído em um incêndio em 15 de abril

Catedral de Notre-DameCatedral de Notre-Dame - Foto: Thomas Samson/ AFP

As obras de consolidação para reconstruir a catedral de Notre-Dame de Paris foram retomadas nesta segunda-feira, após serem interrompidas por um risco de contaminação com chumbo.

O monumento histórico, o segundo mais visitado da Europa, foi parcialmente destruído em um incêndio em 15 de abril.

"As obras foram reiniciadas às 08h desta segunda-feira com cerca de 50 operários, no máximo", indicou o Ministério da Cultura à AFP.

Leia também:
Obras da Catedral de Notre-Dame recomeçam em 19 de agosto
Prefeitura de Paris tenta tranquilizar sobre contaminação por chumbo na Notre-Dame 

A Inspeção de Trabalho havia autorizado a retomada das obras suspensas em 25 de julho após ter se assegurado que haviam sido instaladas as medidas de segurança necessárias, incluindo vestimentas especiais e um estrito protocolo de entrada e saída do local.

O objetivo é garantir a segurança do pessoal que trabalha na catedral e impedir a dispersão da poeira de chumbo fora da obra, protegida hermeticamente.

Estes trabalhos estão destinados a consolidar o edifício, evitando ao mesmo tempo a queda de pedras ou qualquer desequilíbrio que possa danificar a estrutura gótica.

As obras de restauração propriamente ditas começarão a partir do primeiro semestre de 2020.

Na semana passada, o Ministério de Cultura considerou de "necessidade imperiosa" a retomada das obras, advertindo de um risco de desabamento da catedral.

Veja também

Mortes ocorreram em 12 pontos do Jacarezinho; homem foi achado em cadeira de plástico e sem arma
Violência

Mortes ocorreram em 12 pontos do Jacarezinho; homem foi achado em cadeira de plástico e sem arma

Palestinos convocam novos protestos em Jerusalém após madrugada violenta
Oriente Médio

Palestinos convocam novos protestos em Jerusalém após madrugada violenta