Coronavírus

Olinda inicia vacinação contra Covid-19 de idosos de 80 a 84 anos

Doses serão aplicadas no Shopping Patteo e no Espaço Caenga

Vacinação contra Covid-19 em OlindaVacinação contra Covid-19 em Olinda - Foto: Arquimedes Santos/PMO

A cidade de Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), começa, nesta sexta-feira (26), a vacinar contra a Covid-19 os idosos entre 80 e 84 anos.

Segundo a prefeitura, as vacinas serão disponibilizadas de segunda a sexta-feira no Shopping Patteo (piso L2 e drive thru), das 9h às 17h, e no Espaço Caenga, em Águas Compridas, onde funcionava o antigo Terminal do Caenga, das 9h às 16h.

Idosos acamados da faixa etária pode agendar a visita da equipe volante da prefeitura por WhatsApp, nos contatos 81 9.9442-3181 e 81 9.9220.2811.

As mensagens devem ser enviadas por texto e conter imagem do RG, comprovante de residência e cartão do SUS.

Para agendar, é preciso entrar no site da Prefeitura de Olinda e informar documento com foto, CPF e comprovante de residência.

A vacinação de idosos com 85 anos e mais continua normalmente.

Esta semana, Olinda recebeu 5.090 doses dos dois novos lotes de vacinas repassados pelo Ministério da Saúde. Desse total, foram 3.790 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e 1.300 da CoronaVac.

Segundo a secretária executiva de Atenção e Vigilância em Saúde de Olinda, Lívia Borba, o primeiro dia registrou fluxo tranquilo de procura para imunização no Shopping Patteo.

"Temos uma boa fila de carros para ser contemplado no drive, mas temos equipe preparadas para comportar esse primeiro dia, que imaginamos que teria uma procura grande, mas está tudo nos conformes", disse a porta-voz.

A prefeitura recebeu doses suficientes para imunizar 65% dos idosos desta faixa etária. A estimativa é que haja de 4 a 5 mil olindenses entre 80 e 84 anos. 

A segunda dose deverá ser aplicada em um intervalo de até 90 dias. A gestão municipal ainda espera abrir na próxima semana mais um ponto de vacinação na Vila Olímpica, em Rio Doce.

O novo lote de CoronaVac recebido será destinado a trabalhadores de Saúde, de acordo com prioridades estabelecidas pela prefeitura.

"Estamos começando a contemplar por ordem de prioridade de quem tem mais contato. Estamos começando com coveiros, trabalhadores da saúde de clínicas especializadas e clínicas odontológicas", informou Lívia.

Veja também

Laudo diz que Henry morreu ao menos 1 hora antes de ser tirado de apartamento
Caso Henry Borel

Laudo diz que Henry morreu ao menos 1 hora antes de ser tirado de apartamento

Brasil tem novo recorde de média diária de mortos pela Covid-19, acima de 3 mil
Pandemia

Brasil tem novo recorde de média diária de mortos pela Covid-19, acima de 3 mil