Notícias

Olinda oferece atendimento psicológico gratuito por telefone

Os atendimentos serão realizados de segunda a sexta-feira, das 8h as 17h

Iniciativa tem como objetivo facilitar a coleta de dados para a realização do PNADIniciativa tem como objetivo facilitar a coleta de dados para a realização do PNAD - Foto: Divulgação

Por causa do distanciamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus, as pessoas têm vivido sintomas de ansiedade, mudanças comportamentais e psicológicas. Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde de Olinda disponibilizou um serviço gratuito de assistência à saúde mental por telefone para os moradores do município. Os atendimentos tiveram início nesta terça-feira (14) e seguirão funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h as 17h.

O objetivo do serviço é prestar apoio e reduzir a necessidade de deslocamento, evitando possíveis aglomerações em ambientes fechados. Qualquer pessoa, inclusive profissionais da área de saúde, que manifeste sintomas de ansiedade, medo, depressão e até transtornos obsessivo-compulsivos (TOC) pode contar com o acolhimento em saúde mental por teleatendimento. Os atendimentos podem ser adquiridos através de oito números.

Leia também:
Coronavírus: Jaboatão oferece atendimento psicológico online gratuito
Covid-19: Paulista inicia construção de hospital de campanha com 60 leitos


Está à disposição dos moradores uma equipe multidisciplinar: médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais que vão trabalhar na avaliação médica, orientação e prevenção de diagnósticos em casos que possam evoluir para algum trauma ocasionado neste período de isolamento social.

Os números do teleatendimento são:

Público em geral - (81) 99207-3447 / 99219-1816 / 99250-3144 / 99138-7841 / 99203-8909 / 99258-6660 / 99219-6385 / 99256-2408

Profissionais de saúde
- (81)  99167-1061 e 99189-7413

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Fundadora do Exército Vermelho Japonês é solta da prisão após 20 anos
Japão

Fundadora do Exército Vermelho Japonês é solta da prisão após 20 anos

Após massacre no Texas, Trump pede que cidadãos se armem para combater o "mal"
Estados Unidos

Após massacre no Texas, Trump pede que cidadãos se armem para combater o "mal"